Baby - Imagem para redução no Mobile

Baby conquistou o bronze na Rio-2016 na categoria acima de 100kg LANCE!

LANCE!
12/02/2017
16:55
São Paulo (SP)

O último dia do Grand Slam de Paris rendeu uma medalha para o Brasil. Na categoria acima de 100kg, o judoca Rafael Silva, o Baby, superou o bósnio Harun Sadikovic por ippon. Os atletas nunca haviam se enfrentado.

Baby estreou na competição vencendo o senegalês Mbagnick Ndiaye depois que o adversário foi punido três vezes e eliminado da luta. Nas quartas-de-final, waza-ari sobre o russo Andrey Volkov. Na semifinal, terminou a luta com o japonês Takeshi Ojitani empatado com duas punições, sem nenhuma pontuação. No golden score, acabou sofrendo outra penalização por sair da área e vai enfrentar o bósnio Harun Sadikovic.

Na categoria meio-médio (até 81kg), Eduardo Yudi Santos também chegou à disputa pelo bronze, mas foi superado pelo francês Baptiste Pierre e acabou no quinto lugar em Paris.

Logo em sua primeira luta, o brasileiro teve uma pedreira, o experiente Sergiu Toma, oito anos mais velho e medalhista de bronze na Rio-2016. Eduardo conseguiu dois waza-aris contra apenas um do adversário e avançou. Na sequencia, vitória por ippon sobre Tamazi Kirakozashvili (GEO). Nas quartas-de-final, mais um resultado positivo por waza-ari sobre o sul-coreano Suk Woong Hong. Na semifinal, manteve a postura agressiva ao tentar um ataque, sofreu um reversão do holandês Frank de Wit e o ippon.