LANCE!
19/03/2016
13:40
São Paulo (SP)

A manhã deste sábado, 19, do Circuito Caixa Loterias, em São Paulo, foi de quebra de recordes no atletismo. Caio Vinicius da Silva Pereira, de 35 anos, superou a maior distância do lançamento de disco F12 e estabeleceu a nova melhor marca do Brasil e das Américas, com 41,07m. As provas de atletismo da etapa São Paulo do Circuito seguem neste sábado e na manhã do domingo no Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães.

Com a distância alcançada pelo disco, o atleta, que nasceu com 15 graus de miopia e ainda na infância perdeu grande parte da visão por causa de uma infecção na córnea e na retina, garantiu também o ouro e o índice para as fases nacionais do Circuito Caixa Loterias.

- Apesar do bom resultado de hoje, nós não treinamos o disco porque não tem essa prova nos Jogos. A nossa preocupação está no peso - conta Caio, que volta ao Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães, na manhã deste domingo, em busca do índice no arremesso de peso. Ele espera atingir mais de 15,60m para garantir uma vaga nos Jogos Paralímpicos do Rio-2016. Neste ano, a melhor marca do atleta da APNEN foi de 15,15m.

Natação
Na piscina do Sport Club Corinthians Paulista, a nadadora Pâmela Andrade chegou no Circuito com outras metas, além do índice para as nacionais. Inscrita em sete provas, a atleta de 23 anos levou duas medalhas de ouro nesta manhã - nos 100m costas S8 e nos 100m livre S8 - e planejou seu objetivo para a temporada: o Open Internacional Caixa Loterias, em abril, no Rio de Janeiro.

- Gosto muito dos 100m costas, mas hoje não fui tão bem. Como meu objetivo é o Open, dá pra melhorar e chegar lá mais rápida. Quero baixar esse tempo e subir no ranking nacional também. Se conseguir tudo isso, dá para pensar em Seleção em 2017 - planeja a nadadora, que já integrou o time nacional de jovens nos últimos anos.