Renan, do Pinheiros, tem média de 15,67 pontos na série

Pinheiros e Bauru lutam pela vaga na decisão do NBB João Pires/LNB

LANCE!
19/05/2017
18:02
São Paulo (SP)

Mais um episódio emocionante da série semifinal entre E.C. Pinheiros e Gocil/Bauru Basket será escrito neste sábado. Lutando pela classificação à sua primeira decisão do NBB, o time da capital paulista receberá o rival do interior, que briga para estender a série para o quinto jogo. O duelo será no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), às 14 horas, com transmissão ao vivo dos canais Band e SporTV.

O início da série semifinal foi todo dos pinheirenses. No Jogo um, dentro de casa, os comandados de César Guidetti tiveram uma performance incrível no terceiro quarto, para virar a partida, e na parcial final completaram a vitória, por 98 a 86. Destaque para Holloway (32 pontos, oito rebotes e quatro assistências), Renan Lenz (19 pontos e nove rebotes) e Gemerson (18 pontos).

No segundo jogo, história repetida para o time da capital paulista, desta vez, fora de casa. No Ginásio Panela de Pressão lotado, o Pinheiros fez um segundo tempo irretocável, para vencer, por 89 a 83. O destaque da equipe pinheirense foi o forte jogo coletivo, em que cinco atletas chegaram aos dois dígitos de pontuação: Holloway (26), Renan Lenz (15), Gemerson (13), Bennett (13) e Gustavo Basílio (10).

A terceira partida da série caminhava para o mesmo desfecho, com o Pinheiros vencendo mais um confronto no interior paulista, porém, no segundo tempo, o Bauru mudou o ritmo do jogo completamente. Com seis bolas de 3 pontos de Jefferson, os bauruenses acertaram 11 no total dos 20 minutos e fizeram 60 pontos contra 31 dos rivais. Resultado, vitória por 94 a 77, e sobrevida na série.

- Logicamente ninguém gosta de perder, mas sabemos que jogar em Bauru é muito difícil. Conseguimos uma vitória lá no Jogo 2, que já foi um grande feito. Entramos pra ganhar o Jogo 3, não conseguimos. Mas já no vestiário conversamos e todos entenderam que ainda estamos na frente na série, então temos a condição de fechar em casa. Absorvemos rapidamente o resultado e já estamos pensando no Jogo 4, pois em playoffs não há tempo para ficar pensando no que aconteceu, sempre temos que pensar para frente  - declarou César Guidetti, técnico do Pinheiros.

Pelo Bauru, o grande destaque da última partida foi o já mencionado Jefferson, dono de 31 pontos, além de Alex Garcia, responsável por 22 tentos, oito rebotes e cinco assistências, e Léo Meindl, que deixou a quadra com 17 pontos, cinco sobras e outras cinco assistências. Já no Pinheiros, o grande nome foi mais uma vez Desmond Holloway, que anotou 23 pontos e pegou cinco rebotes.

- Ganhamos muita confiança depois do último jogo e vimos o potencial que nosso time tem tanto ofensivo quanto defensivamente. Nós temos que manter o que foi o último jogo, entrar como se fosse mais uma final para nós e levar essa série pro quinto jogo - afirmou Demétrius Ferracciú, técnico do Bauru.

Desde o Jogo 3, as duas equipes tiveram cinco dias de preparação. Algo que para o Pinheiros foi novidade nestes playoffs, já que o time passou por duas séries (oitavas e quartas de final), contra Vasco da Gama e Flamengo, em que teve que jogar as cinco partidas possíveis. O Bauru por sua vez teve um longo período de preparação para as semifinais (13 dias), por ter fechado o confronto contra o UniCEUB/BRBCARD/Brasília, por 3 a 1, enquanto todas as outras séries das quartas tiveram cinco jogos.

- Temos que dar o nosso máximo e vencer de qualquer maneira. É nossa sobrevivência na série e vamos deixar tudo em quadra para levar pro quinto jogo - declarou Alex Garcia, do Bauru, dono de 22 pontos no Jogo 3 da série.

Enquanto isso, o adversário de Pinheiros ou Bauru nas Finais do NBB, Paulistano/Corpore, se prepara já que encerrou a outra série semifinal com triunfo por 3 a 0 sobre o Universo/Vitória. O início da decisão já tem data e horário marcados, no dia 27 de maio (sábado), às 14 horas (de Brasília).