Nesta Carter (Foto: Divulgação)

Nesta Carter segue com o ouro olímpico conquistado em Londres-2012 (Foto: Divulgação)

LANCE!
16/02/2017
15:04
São Paulo (SP)

O jamaicano pego no doping após a reanálise das amostras de Pequim-2008, Nesta Carter, entrou com uma ação no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), nesta quinta-feira, para evitar a perda da medalha de ouro olímpica conquistada no revezamento 4x100m. O anúncio do exame foi feito no dia 25 de janeiro e também prejudicou Usain Bolt, Asafa Powell e Michael Frater.

A substância encontrada no novo teste foi a metilhexanamina. Na ocasião, o time jamaicano quebrou o recorde mundial ao marcar 37s10. O velocista também perdeu os títulos mundiais de 2011, 2013 e 2015. A medalha conquistada em Londres-2012 na mesma prova, porém, não corre risco, já que não foi encontrada nenhuma substância proibida. 

Caso o CAS confirme a punição, o time brasileiro formado por Vicente Lenílson, Sandro Viana, Bruno Lins e José Carlos Moreira herdará o bronze. Trinidad e Tobago ficaria com o ouro, e o Japão, com a prata.