Shamell, do Mogi (Antonio Penedo/Mogi-Helbor)

Shamell, do Mogi (Antonio Penedo/Mogi-Helbor)

RADAR/LANCEPRESS!
10/11/2015
22:38
Mogi das Cruzes (SP)


O Mogi das Cruzes venceu a segunda partida consecutiva na temporada 2015/2016 do NBB. Atuando ao lado de sua fanática torcida pela primeira vez no campeonato nacional, a equipe mogiana foi soberana durante todo o jogo e fechou o duelo contra o Caxias do Sul Basquete com vitória tranquila pelo placar de 83 a 52.

O trio formado pelo ala/pivô norte-americano Tyrone, dono de expressivo duplo-duplo de 12 pontos e 15 rebotes, do armador Larry Taylor, que também atingiu dígitos duplos em dois fundamentos – 12 pontos e dez rebotes –, e o ala Shamell, com 18 pontos, foi o grande destaque da vitória mogiana.

Com os 15 rebotes recuperados na noite desta terça-feira, 12 defensivos e três ofensivos, Tyrone igualou seu recorde pessoal no fundamento em sua trajetória no NBB. Até hoje, o recorde absoluto do camisa 88 mogiano havia acontecido em uma partida contra o Paschoalotto/Bauru, na fase semifinal dos playoffs da temporada passada.

O ótimo trabalho mogiano dentro do garrafão foi essencial para a vitória. Enquanto o time comandado pelo técnico Danilo Padovani fechou a partida com 52 rebotes, 36 defensivos e 16 ofensivos, a equipe gaúcha recuperou apenas 35 sobras, 23 defensivas e 12 ofensivas.

Hoje no Caxias, o armador Gustavinho, que disputou as últimas três temporadas com camisa do Mogi, voltou pela primeira vez ao Ginásio Hugo Ramos. Atuando ao lado da torcida que sempre gritou mais alto seu nome e o idolatrou, o camisa 4 caxiense ficou em quadra por 19 minutos e fechou o jogo com dois pontos, quatro rebotes e uma bola recuperada.

Com o triunfo ao lado de seu torcedor, o Mogi agora possui campanha de duas vitórias em três partidas disputadas na oitava edição do NBB (66,6% de aproveitamento). Já o Caxias, um dos caçulas do NBB, também disputou três partidas na competição nacional, mas segue sem vitória.

FRANCA VENCE O MINAS FORA DE CASA

Minas perde em casa (Foto: Divulgação/LNB)
Minas perde em casa (Foto: Divulgação/LNB)


Atuando fora de casa, o Franca Basquete connquistou uma importante vitória na temporada 2015/2016 do NBB. Em duelo disputado nesta terça-feira, na Arena Minas, em Belo Horizonte, o time do interior paulista dominou o placar do início ao fim e superou o Minas, pelo placar de 85 a 75, para chegar à segunda vitória na competição. Com 14 assistências – segunda maior marca da temporada no fundamento –, o experiente armador Nezinho foi o grande maestro do Franca na importante vitória na capital mineira.

Depois do triunfo em Belo Horizonte, o Franca fará uma pausa no NBB e se concentrará nas disputas do Grupo F da Liga Sul-Americana. Na próxima semana, na Venezuela, a equipe tentará uma vaga na decisão do torneio continental e terá como concorrentes o Mogi das Cruzes, o San Martín de Corrientes, da Argentina, e o anfitrião Guaros de Lara. Por sua vez, o Minas terá mais um duelo em casa na sequência do NBB e receberá o Paschoalotto/Bauru, nesta quinta-feira, na busca pela reabilitação.

PINHEIROS FAZ BONITO E SUPERA O SÃO JOSÉ

O Esporte Clube Pinheiros mostrou muita personalidade para sair vencedor na rodada desta terça-feira do NBB 2015/2016. Mesmo atuando no Ginásio Lineu de Moura, a equipe da capital paulista dominou o placar do início ao fim e superou o até então invicto São José Basketball, pelo placar de 95 a 74.

O início da partida foi fundamental para a vitória pinheirense. Atuando fora de casa diante uma equipe até então invicta, o clube da capital paulista se comportou muito bem nos dez primeiros minutos iniciais e dominou o placar desde os instantes iniciais. A vantagem do Pinheiros chegou a ser de dez pontos durante o primeiro quarto (19 a 9). No segundo período, a equipe manteve seu alto nível de atuação e ampliou a diferença para 13 pontos (44 a 31).

Para sair vencedor, o Pinheiros contou com cinco atletas com dígitos duplos na pontuação. Os cestinhas foram os norte-americanos Holloway e Bennett, com 22 e 19 pontos, respectivamente, seguidos pelo jovem Lucas Dias, autor de 13 pontos. Responsáveis por 11 e dez pontos, respectivamente, Andrezão e Arthur completaram a lista de destaques pinheirenses.