Gabriel Medina (Foto: WSL/Damien Poullenot)

Gabriel Medina se garantiu na semifinal da etapa de Hossegor do Circuito Mundial (Foto: WSL/Damien Poullenot)

LANCE!
09/10/2016
15:40
Hossegor (FRA)

O brasileiro Gabriel Medina fez sua parte na tentativa de se tornar líder do ranking da Liga Mundial de surfe (WSL, na sigla em inglês). Neste domingo, ele avançou à semifinal da etapa de Hossegor (FRA), ao bater o australiano Julian Wilson, mas viu o havaiano John John Florence, líder do campeonato, se garantir na primeira colocação ao fim de mais um evento.

O campeão mundial de 2014 foi um dos destaques de uma manhã de ondas ruins. Ele somou 15,07 contra 10,13 do adversário, com destaque para um aéreo para a direita, que lhe rendeu 8,17.

Antes disso, John John não deu chances para o brasileiro Filipe Toledo, que o vencera de virada em bateria no último sábado.

O havaiano totalizou 14,40 (7,73 e 6,67), contra apenas 11,07 (6 e 5,07) do paulista. Com 41.650 pontos no ranking, contra 37.450 de Medina, ele não pode mais ser ultrapassado na etapa, ainda que o rival saia campeão.

– Foi uma boa bateria, mas estava me sentindo cansado. Minha prancha está boa, consegui decolar e deu certo. Disputas contra Julian são sempre complicadas. É sempre bom estar lutando pelo título. John John está surfando muito e espero fazer uma bela disputa com ele até o Havaí. Estou 100% focado, concentrado – declarou Medina.

A próxima chamada para baterias acontece nesta segunda-feira, às 3h (de Brasília), para as semifinais masculina e feminina. Gabriel enfrenta o americano Kolohe Andino, que derrotou o australiano Kai Otton nas quartas. O adversário de John John será o havaiano Keanu Asing, que eliminou o australiano Stuart Kennedy.

Entre as mulheres, a australiana Tyler Wright, líder do ranking, se garantiu na semi ao bater a compatriota Laura Enever. Ela encara a havaiana Tatiana Weston-Webb. Atual número 2 do mundo, a americana Courtney Conlogue passou pela australiana Nikki Van Dijk e enfrenta a havaiana Carissa Moore.