TAEKWONDO - maicon siqueira

Maicon Andrade conquistou o bronze na Rio-2016

LANCE!
08/12/2016
19:18
São Paulo

Maicon Andrade, único medalhista olímpico do taekwondo masculino, disputa o Grande Prix de Baku (Azerbaijão), nesta sexta-feira e sábado, primeira competição após a conquista do bronze na Rio-2016. O objetivo nesta estreia pós-olímpica é simples: garantir pontos para o ranking de 2017, o primeiro do ciclo até Tóquio/2020. Maicon compete na categoria acima de 80 kg e terá a companhia da brasileira Raphaella Galacho (acima de 73 kg).

- É a última competição do ano e uma das mais importantes do calendário. Para mim, marca o início do novo ciclo olímpico, em 2017, porque é um evento que tem pontuação alta. O Grand Prix é a competição que garante um cara na Olimpíada. São cinco etapas no calendário - quatro delas valem 40 pontos e a última, 80. É muito ponto! É equivalente à pontuação que se distribui nos Campeonatos Europeu, Asiático e Pan-Americano. A maioria das competições contam 20 ou 10 pontos. Um GP como esse no final do ano pode me colocar bem no ranking nessa virada de 2017 - afirmou o atleta.

Maicon, que treina com os técnicos Reginaldo dos Santos e Maycon dos Santos, da Two Brothers, no CT do Taekwondo em São Caetano do Sul (SP), terá de conhecer os critérios oficiais de classificação olímpica, mas espera estar apto a atendê-los fazendo a sua parte.

- Se eu for o mais bem ranqueado, por exemplo, para o Mundial... Eu tenho de pensar em ganhar a seletiva e estar bem ranqueado. Parte dos critérios é baseada em ranking internacional.

O lutador tirou férias após os Jogos Olímpicos do Rio,  ficou um pouco em Justinópolis (MG) sua cidade natal, com a mãe e a família, e cumpriu alguns compromissos, e voltou a treinar há dois meses.

- Não estou cem por cento em termos de forma física, mas estou bem tranquilo. Vou fazer o meu melhor. Não sei como estão os outros, mas o meu pensamento é o de ganhar e não pensar que os outros também estão voltando de férias - contou Maicon.