Lazlo Dalfovo
28/05/2016
16:16
Rio de Janeiro (RJ)

Palco olímpico e presença do técnico da Seleção Brasileira, Rubén Magnano. Estes ingredientes especiais parecem ter motivado Rafael Luz, neste sábado. Bem na armação e calibrado nos arremessos, o armador do Flamengo foi o nome da suada vitória diante do Bauru, por 89 a 84, na Arena Carioca, em duelo realizado pela final do NBB. Com o triunfo, o Rubro-Negro se recupera da derrota na última quinta-feira, em casa, e passa à frente na série, fazendo 2 a 1.

Se o camisa 5 brilhou pelo lado dos mandantes, com 17 pontos e seis assistências e dois rebotes fundamentais no fim, pela equipe de Demétrius Ferracciú, Hettsheimeir teve ótima atuação, fez 20 pontos, mas não evitou a desvantagem no duelo. O cestinha do jogo foi Ronald Ramon, que também se destacou e anotou 21 pontos. 

Mordido após a derrota no segundo jogo da decisão, a equipe de José Neto entrou disposta a acompanhar o ritmo da torcida presente, que esbanjou empolgação e vibração. Mesmo com alguns vacilos defensivos, o Flamengo foi conduzido por um eficiente Rafael Luz, que acertou tudo que tentou nos primeiros 10 minutos, e terminou o período inicial à frente com uma diferença de seis pontos no marcador: 26 a 20.

No começo do segundo quarto, quem roubou a cena foi JP Batista. O pivô reserva do Rubro-Negro trabalhou bem o poste baixo e, dominando o garrafão bauruense, colaborou para extensão da vantagem. Mas ela não durou muito. Apesar de o armador Paulinho Boracini não ter se mostrado inspirado em suas tentativas - inclusive ele levou um toco cinematográfico de Luz, assim como na última quinta-feira -, o Bauru contou com a quase imparável força de Hettsheimeir para encostar. Antes do intervalo, no entanto, Marcelinho acertou uma de três e trouxe a torcida de volta. O Fla levou um 46 a 41 para o vestiário.

Uma curiosidade acompanhava o confronto até este dia 28: nos dois jogos anteriores, quem terminou à frente no placar para o intervalo perdeu o jogo. Porém o Fla manteve a concentração e, mais expressivo e com uma defesa bem estruturada, venceu por mais 12 pontos no quarto e abriu ótima vantagem. Resultado após mais dez minutos: 74 a 57.

No quarto período, o Bauru se arriscou mais e fortaleceu a marcação. E a melhora no desempenho foi refletida no ataque. Contando com Alex, que deixou o seu melhor para o fim, os bauruenses encostaram no placar, tornando a partida dramática e nervoso. No fim, o Fla conseguiu segurar o ímpeto do adversário e, mesmo perdendo por muito no quarto, saiu com um triunfo. Mas não antes de um lance polêmico. Nos últimos segundos, a arbitragem marcou erradamente bola presa, quando a posse de bola estava com Hettsheimeir. Com isso, o Fla ficou com a bola e sustentou a vitória até o fim. Placar final: 89 a 84.

Em vantagem, o Flamengo joga por uma vitória para conquistar o título do NBB pela quinta vez. O próximo duelo contra o Bauru será no próximo sábado, em Marília (SP).