Rafael Silva conquistou a medalha de ouro no Aberto Pan-Americano de judô, no Peru (CBJ/Divulgação)

Rafael Silva conquistou a medalha de ouro no Aberto Pan-Americano de judô, no Peru (CBJ/Divulgação)

RADAR/LANCE!
07/03/2016
14:29
Lima (PER)

Neste domingo, o judô brasileiro encerrou a sua participação no Aberto Pan-Americano de Lima, no Peru, na segunda colocação e conquistando sete pódios. Em seu melhor dia na competição, o Brasil obteve quatro medalhas, sendo duas de ouro, com Rafael Silva e Maria Suelen Altheman, e duas de bronze, com Luciano Corrêa e Eduardo Bettoni.

O Brasil, que ficou apenas atrás da Rússia,  ainda levou mais três medalhas no último sábado. Gabriela Chibana e Alex Pombo ficaram com a prata e Ketleyn Quadros com o bronze.

Rafael Silva, o Baby, foi um dos destaques deste domingo. O judoca levou o ouro ao superar Renat Saidov, na categoria acima de 100 quilos. Assim como o brasileiro, o russo foi medalhista de bronze no Mundial de de Chelyabinsk, em 2014. Baby faturou a medalha em uma final disputada e definida somente nas punições. O atleta ainda finalizou a campanha invicto, depois de eliminar o italiano Alessio Mascetti e o checo Michal Horak, ambos por ippon.

Suelen também demostrou um grande desempenho. Pela categoria acima de 78 quilos, a judoca venceu todas as lutas deste domingo por ippon. Ela passou pela costa-riquenha Kenia Ocana e depois desclassificou a americana Nina Cutro Kelly. Na final, Suelen superou a russa Ksenia Chibisova. Suelen  e subiu ao topo do pódio pela segunda vez consecutiva na competição Mundial.