LANCE!
08/09/2017
14:51
Rio de Janeiro (RJ)

Após admitir que recebeu uma carta de Eric Maleson - responsável por delatar o esquema de compra de votos para a eleição do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016 - em 2012 falando sobre um atrito entre o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e a Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG), o Comitê Olímpico Internacional comentou o caso da compra de votos.

Há poucos dias da reunião que oficializará a escolha das cidades sede para os Jogos doe 2024 e 2028, em Lima, no Peru, o presidente do COI, Thomas Bach, não se livrou de questionamentos sobre a Operação Unfair Play. Adotando cautela, o cartola avisou que acompanhará de perto os próximos passos do caso.

- Temos que ver, não há processo ainda. Existem investigações e vamos acompanhar isso de bem perto - disse o presidente que já está na capital peruana.

Perguntado se o COI abriria uma investigação independente para averiguar o caso, Bach manteve o discurso e afirmou que está em Lima para tratar do futuro.

- De novo, não há processo ainda, é muito cedo. Vamos acompanhar de perto, mas aqui, agora, estamos concentrados no futuro e vamos ver grandes apresentações de duas grandes cidades do mundo que concorrem aos jogos Olímpicos.