LANCE!
01/10/2016
18:29
São Paulo (SP)

A Argentina é campeã mundial masculina de futsal. Fazer essa afirmação algumas semanas atrás poderia até parecer uma loucura. Mas foi isso o que aconteceu na tarde deste sábado, em Cali, na Colômbia. Afinal, com a vitória por 5 a 4 diante da Rússia na decisão, os argentinos conquistaram o inédito título da Copa do Mundo da modalidade.

Essa é a oitava edição da competição com a chancela da Fifa. E a melhor campanha argentina de toda a história. Até então, o melhor resultado dos hermanos tinha sido uma quarta colocação, em 2004. Já os russos chegaram a atingir um terceiro lugar em 1996.

Eliminado nas oitavas de final, o Brasil segue como o maior campeão nos torneios da Fifa, com cinco taças. A Espanha tem duas, e, agora, a Argentina, uma.

Nem mesmo a presença de quatro jogadores brasileiros com a camisa da seleção russa ajudou na decisão. O goleiro Gustavo, o fixo Rômulo, o pivô Robinho e o ala Eder Lima pouco puderam fazer diante de uma Argentina muito aguerrida e bem preparada. Eder até marcou três gols da Rússia, mas foi pouco - Lyskov anotou o outro. Vaporaki (duas vezes), Brandi (duas vezes) e Cuzzolino balançaram redes para os hermanos.

Mesmo como azarões na decisão, os argentinos não ficaram acuados em momento algum. Mostraram mesmo muita frieza nas situações mais complicadas do jogo. Quando saíram atrás do placar no fim do primeiro tempo, e logo obtiveram a virada. Ou no momento em que sofreram um empate por 2 a 2 no início da segunda etapa, e minutos depois abriram vantagem por 4 a 2 no placar. Acha pouco? E quando os russos voltaram a escostar no marcador com 15 segundos para o fim o duelo? Nada disso apavorou o time da Argentina. A nova dona do futsal no mundo.