Após cumprir 5 anos de suspensão, fundista é pega no doping pela 3ª vez

Simone Alves voltou às competições no final do ano passado Divulgação

LANCE!
19/10/2017
18:41
São Paulo (SP)

Voltando às pistas em outubro do ano passado após cumprir cinco anos de suspessão por doping, a fundista Simone Alves foi reprovada em um exame antidoping pela terceira vez na carreira. Recordista dos 10.000m e brasileira dos 5.000m, ela integra uma lista com 47 atletas reprovados pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). O documento foi divulgado nesta semana no site oficial da entidade. As penas e competições onde os esportistas foram pegos não foram citados.  

A substância encontrada do exame da fundista foi Eritropoetina Recombinante (EPO), um hormônio que aumenta o transporte de oxigênio no sangue, elevando a resistência física. Em 2011, ela foi flagrada com a mesma substância, ficando de fora do Pan de Guadalajara-2011.

Outros nomes que apareceram na lista foram: Giulio Borlenghi (piloto campeão da etapa de Londrina do Brasileiro de Turismo); Milene Wolf (canoagem slalom); Helder de Lima (remo); Antônio Xavier do Nascimento e Elton Pedroso (ciclismo); Erick Camilo (basquete). O último disputou a última edição do NBB pelo Macaé e foi pego com maconha.