Rafaela Silva

Golpe que eliminou Rafaela Silva em Londres-2012 não é mais desclassificatório (Foto: Eduardo Viana)

LANCE!
10/12/2016
15:27
São Paulo

A partir de 2017, o judô passará por reformulações divulgadas na manhã deste sábado pela Federação Internacional de Judô (IJF, em inglês). A principal mudança consiste na retirada do Yuko, deixando aos judocas apenas waza-ari e Ippon como opções para pontuar, sendo que o primeiro não se transformará mais no segundo.

O tempo de luta também foi alterado. Os combates masculinos passarão a ter a mesma duração dos femininos, quatro minutos. Em relação às punições, agora o atleta que receber três shidos será retirado do combate. Antigamente, eram quatro. A catada de perna, golpe resultou na eliminação de Rafaela Silva em Londres-2012,  não desclassificará mais o judoca, dando apenas uma punição.

No início desta semana, a IJF anunciou que solicitou ao Comitê Olímpico Internacional (COI) a entrada da prova por equipes no programa olímpico.