AkzoNobel, da brasileira Martine Grael, fez 585 milhas náuticas em 24 horas (Foto: Konrad Frost/Volvo Ocean Race)

AkzoNobel, da brasileira Martine Grael, fez 585 milhas náuticas em 24 horas (Foto: Konrad Frost/Volvo Ocean Race)

LANCE!
24/05/2018
17:51
Newport (EUA)

A quinta-feira entrou para a história da Volvo Ocean Race com seguidas quebras de recorde de milhas percorridas em um intervalo de 24 horas a bordo de um modelo VO65.

O primeiro a bater a marca de 2015 - que era do Abu Dhabi Ocean Racing - foi o Team Brunel. Mas não durou muito.

O também holandês team AkzoNobel quebrou a marca com 579,12 milhas náuticas na tarde desta quinta-feira. Horas depois mais um recorde: 585 milhas náuticas.

Os barcos estão aproveitando as condições de vento no Atlântico durante a nona etapa da regata de Volta ao Mundo. A tendência é que novos recordes sejam quebrados pelos barcos nas próximas horas.

A melhor marca história da regata de Volta ao Mundo é do Ericsson 4, de Torben Grael, que fez na edição 2008/09 apenas 11.4 milhas a mais do que o AkzoNobel. O barco era um Volvo Open 70, 5 pés maior do que o atual.

A etapa é a antepenúltima do campeonato e liga Newport ( EUA) a Cardiff (País de Gales). O líder é o recordista do dia, o AkzoNobel, da brasileira Martine Grael. São ao todo 3.300 milhas náuticas até o Reino Unido.