Felipe Massa (Williams) - GP da Malásia

Felipe Massa vai disputar o seu último GP do Brasil na Fórmula 1 (Foto: AFP)

Thiago Ferri
09/11/2016
16:05
São Paulo (SP)

Vencedor do GP do Brasil em 2006 e 2008, Felipe Massa fará no domingo a sua última corrida de Fórmula 1 em casa. Embora saiba que a Williams, sua equipe, é atualmente a quinta força na Fórmula 1, o piloto quer se despedir em grande estilo: em casa, sonha em conseguir um pódio, algo ainda inédito para ele nesta temporada.

- Gostaria muito de encerrar minha corrida no Brasil com um pódio. Vou dar o máximo para que aconteça, logicamente a gente sabe que para a Williams um pódio hoje é muito difícil de acontecer, quase que uma vitória. Como performance na pista somos a quinta equipe, brigamos para ser a quarta com a Force India. Eles têm um carro mais rápido que o nosso hoje. Chegar ao pódio não é fácil, é difícil, mas vou tentar fazer a minha parte - disse o piloto do carro 19, em um almoço na zona sul de São Paulo.

Massa é apenas o 11º na classificação, com 51 pontos - seu companheiro, Valtteri Bottas, é o oitavo, com 85. Após pontuar nas seis primeiras etapas, o vice-campeão de 2008 passou a ter problemas. Desde o GP da Rússia, em maio, quando foi quinto, seu melhor resultado foi o sétimo lugar no GP dos Estados Unidos, há duas etapas.

O que motiva o brasileiro é o seu histórico no autódromo em que ele se criou. Além de duas vitórias em Interlagos, foi segundo em 2007, e terceiro em 2012 e 2014. Aos 35 anos, ele admite que está vivendo um fim de semana especial.

- É mais especial ainda. Corrida de casa, o quintal de casa é sempre uma expectativa gigante. Ainda mais correr na minha última corrida em Interlagos na Fórmula 1. Estou curtindo a cada dia e sem dúvida tem mais o que curtir a partir de sexta quando começar a andar e ter a torcida na pista. Estou bem empolgado, espero que seja uma corrida especial e uma corrida boa. O resultado ajuda a curtir ainda mais - completou.

Após o GP do Brasil, Massa se despede da Fórmula 1 no dia 27 de novembro, no GP de Abu Dhabi. Até o momento, o piloto da Williams não definiu qual será seu futuro. São três opções: Fórmula-E, categoria com carros elétricos, DTM, campeonato de turismo alemão, ou WEC, campeonato de endurance.