Diretor do COB, general Augusto Heleno se desliga do cargo em meio à crise

O general Augusto Heleno pediu demissão do Comitê Olímpico do Brasil (COB) nesta terça-feira (Foto: Divulgação)

LANCE!
10/10/2017
18:41
Rio de Janeiro (RJ)

O general Augusto Heleno pediu demissão do Comitê Olímpico do Brasil (COB) nesta terça-feira, em meio aos escândalos que atingiram a entidade e que a levaram a ser suspensa pelo COI. A informação foi publicada inicialmente pelo “Estado de São Paulo”.

Heleno, que chegou ao COB em 2011 por indicação de Carlos Arthur Nuzman, era diretor do Instituto Olímpico e do departamento de Comunicação e Educação Corporativa. Segundo a entidade, a saída do general já estava prevista por motivo pessoal. Ele voltará a morar em Brasília.

Augusto também já foi comandante da Missão das Nações Unidas no Haiti entre os anos de 2004 e 2005. A decisão dele de deixar o COB aconteceu cinco dias após a prisão de Nuzman por suposta participação em um esquema de compra de votos para eleger o Rio sede dos últimos Jogos Olímpicos.

O COB marcou para esta quarta-feira, às 15h, uma Assembleia Geral Extraordinária para deliberar sobre a suspensão da entidade imposta pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).