Daniel Cargnin é campeão mundial júnior em Zagreb

Daniel Cargnin já tinha um bronze conquistado em Abu Dhabi-2015 (Divulgação/CBJ)

LANCE!
19/10/2017
15:44
Zagreb (CRO)

O brasileiro Daniel Cargnin se tornou, nesta quinta-feira, campeão mundial júnior na categoria até 66kg. Na competição sub-21 realizada em Zagreb, na Croácia, o jovem venceu o uzbeque Artyon Shturbabin por um waza-ari, conquistando o título mais importante de sua carreira e a primeira medalha do Brasil na competição. 

Com essa conquista, Cargnin agora soma duas medalhas em Mundiais Júnior, já que foi bronze em Abu Dhabi-2015.

Seu caminho até a final começou com vitória por um waza-ari sobre Karo Marandian, da Ucrânia. Na sequência, ele derrotou o argentino Minoru Tamashiro por ippon e Somon Makhmadbekov, do Tajiquistão, por um waza-ari.

Na semifinal, o brasileiro forçou duas punições - uma no golden score - ao georgiano Bagrati Niniashvili para chegar à sua primeira final de Mundial Júnior. Na decisão, Cargnin começou mais agressivo, forçando duas punições a Shturbabin e pontuando com um waza-ari a 14 segundos do fim do combate. Ainda sofreu outras duas punições, mas segurou a vantagem na pontuação para sagrar-se campeão com desempenho impecável. Em cinco lutas, marcou três waza-aris, um ippon, não sofreu nenhuma pontuação e só foi punido duas vezes em toda a competição.

- Estou muito feliz por ter conquistado o título mundial júnior neste ano. Só tenho a agradecer à CBJ, ao meu clube Sogipa, à Marinha do Brasil pelo apoio que me dão. Esse é o início de um caminho duro, mas que espero que ainda venha muita coisa boa pela frente - comemorou Cargnin.

Além dele, o Brasil teve outros atletas subindo no tatame. No 73kg, Jeferson Santos perdeu na estreia. David Lima ficou fora do pódio ao ser derrotado pelo georgiano Tato Grigalashvili, no golden score, na disputa pelo bronze. No 52kg, Maria Taba caiu na segunda luta, e Jessica Lima, na primeira. No 57kg, Kamila Silva e Ketelyn Nascimento se despediram no segundo combate.

O ouro conquistado por Daniel fez com que o judô brasileiro alcançasse uma "Tríplice Corôa" em campeonatos mundiais em 2017. Neste ano, o Brasil teve campeões mundiais em todas as classes de idade. Aldi Oliveira (50kg) foi campeão mundial juvenil (Sub 18), Cargnin campeão Júnior (sub-21) e Mayra Aguiar (78kg) foi campeã mundial sênior.

O Mundial Júnior continua nesta sexta, com mais três brasileiros no tatame: Ellen Santana (70kg), Tiago Pinho (81kg) e Daniel Andrade (90kg).