João Mércio Gomes
12/12/2016
22:53
São Paulo (SP)

'O título do Corinthians é totalmente incontestável'. Quem disse isso foi ninguém menos que Falcão, melhor jogador da história do futsal, nove vezes campeão da Liga Nacional e vice-campeão de 2016. O Timão venceu as duas partidas da final diante do Sorocaba e, pela primeira vez na história do clube, conquistou o título mais importante do esporte no cenário nacional.

Na noite desta segunda-feira, a festa já estava desenhada. Por ter vencido a primeira partida em Sorocaba, o Corinthians precisava apenas de um empate para soltar o grito de 'campeão' no Parque São Jorge. Com casa lotada, o time do técnico André Bié foi pra cima desde o início e não deu chances ao adversário: 5 a 2 no placar, com direito a gol do título nos últimos 30 segundos de partida. Deives, camisa 10, capitão, melhor pivô, artilheiro e melhor jogador do campeonato, foi o nome do jogo com dois gols e atuação de gala.

O JOGO
​Para o Corinthians, bastava um empate em casa que o título inédito seria conquistado. Mas, não foi bem isso que aconteceu em quadra. Logo nos primeiros minutos, o Timão dominou a partida, pressionando sem a bola e finalizando com ela. Deives e Pepita sufocavam o Sorocaba, que saiu jogando diversas vezes na base do chutão do goleiro Tiago. Falcão bem que chamou a responsabilidade, mas pouco pôde fazer diante de uma defesa bem armada. O primeiro gol saiu faltando apenas seis minutos para o intervalo: Guitta achou Pepita, que dominou e tocou para Leandro Caires tirar do goleiro. Com 1x0 no placar, o Sorocaba buscou o empate ainda no primeiro tempo e conseguiu. Neguinho fez linda jogada, deixou os defensores no chão e a bola chegou em Falcão para empatar. 


O lance decisivo da partida aconteceu faltando menos de dois minutos para o intervalo. Rodrigo, capitão do Sorocaba, se irritou com o pivô de Vander, deu uma rasteira no corintiano e foi expulso. Com um a menos, o time visitante não segurou e sofreu mais um gol. O jogo foi para o intervalo com 2x1 no placar.

Logo nos primeiros cinco minutos do segundo tempo, o Corinthians conseguiu ampliar com Deives. A partir daí, o título era questão de tempo. Marcel aumentou para 4x1 poucos minutos depois e praticamente liquidou a fatura. No fim da partida, o Sorocaba lançou Falcão como goleiro-linha e até deu certo: o camisa 12 achou Daniel, que bateu de bico e diminui o resultado. Mas, já no último minuto, Leandro Caires roubou a bola e tocou para Deives fechar o caixão: 5x2 e muita festa no Parque São Jorge com o título inédito do Corinthians.

Escalações
Corinthians
: Guitta, Nenê, Leandro Caires, Pepita e Deives.
Reservas :Douglas, Rocha, Marcel, Arthur, Índio, Vander Carioca e Adriano Foglia. Técnico: André Bié.

Sorocaba: Tiago, Rodrigo, Neguinho, Falcão e Keko
Reservas: Ricardinho, Diego, Pixote, Simi, Charuto, Mithyuê, Xandy e Daniel Técnico: Fernando Ferretti