Fernando Meligeni

Meligeni foi campeão pan-americano em 2003 (Foto: RODRIGO ARANGUA / AFP)

LANCE!
05/10/2017
10:26
Rio de Janeiro

A prisão de Carlos Arthur Nuzman se transformou rapidamente no assunto mais comentado no Twitter na manhã desta quinta-feira.

E, por intermédio das redes sociais, atletas e ex-atletas comentaram o assunto.

Fernando Meligeni, ex-tenista e um crítico ferrenho dos dirigentes e da gestão do esporte brasileiro, usou o Facebook. Demonstrou alegria pelo dia histórico.

"Nuzman foi preso e com ele a certeza que quando alguém fica muito tempo mandando no esporte ou na política tem grande chance de acabar mal. Há anos venho escutando que muitas pessoas que faziam coisas erradas (fui doce agora) estavam indo para o esporte e para nossa infelicidade estavam no poder dele. Ao mesmo tempo escutava que o esporte era perfeito porque ninguém dava a mínima e não teriam problemas. Bom. Hoje começo a acreditar que as coisas podem mudar. Os dirigentes que por anos ficaram no desmando do esporte com certeza dormem com um olho aberto e um fechado. Os que riram dos atletas, falaram que mandavam no esporte, que éramos trouxas, começam realmente a acreditar que podem acabar presos", escreveu Meligeni.

O comentarista da ESPN Brasil ainda completou:

"Felizmente o Brasil mudou. Não da velocidade e da maneira que gostaríamos, mas vemos que existe a intenção. Com todo respeito chegou a hora de mudar. O esporte brasileiro não pode ser dirigido por alguém como o Nuzman. Ele que se defenda. Tem todo o direito. Mas ao ser preso ele teria que ser tirado do COB imediatamente. Não há defesa ou motivo para deixá-lo lá. Torço para que possamos ter um novo comandante e desta vez que se preocupe mais com o esporte e menos com ele mesmo. Que a prisão dele sirva de exemplo que o esporte é soberano e se ele for inocentado chegou a hora de dizer. Descanse longe do esporte. Não te queremos mais".

Já a nadadora Joanna Maranhão, uma das raras vozes contestadoras ainda na ativa no esporte, mostrou sua indignação em mensagem no Twitter:

"QUE VERGONHA! SOS esporte brasileiro".

O campeão olímpico Gustavo Endres, supervisor do time masculino de vôlei do Canoas, também usou o Twitter para comentar a prisão de Carlos Arthur Nuzman e Leonardo Gryner.

"Cadeia neles!"