Antoine Demoitie

Antoine Demoitie, de 25 anos, foi atingido por uma moto em uma competição na Bélgica (Foto: AFP/DIRK WAEM)

LANCE!
28/03/2016
15:31
São Paulo (SP)

O ciclista belga Antoine Demoitie morreu neste domingo, vítima de um acidente durante uma etapa do "Clássico Gent-Wevelgem", uma tradicional prova na Bélgica. O competidor de 25 anos sofreu uma queda em um dos estágios da corrida, no norte da França, e foi atropelado por uma moto.

Demoitie chegou a ser levado para o hospital de Ypres (BEL), sendo posteriormente transferido para uma Unidade de Tratamento Intensivo em Lille (FRA), mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a polícia local, o jovem teria sido atingido na cabeça pela motocicleta, em uma queda que envolveu outros três ciclistas, que não se feriram gravemente.

A versão de testemunhas do acidente diverge em um ponto. Enquanto algumas alegam que o ciclista foi atingido na cabeça pela moto, outros dizem que o veículo caiu por sobre Demoitie após sua queda.

A Associação Profissional de Ciclistas (CPA) afirmou nessa segunda-feira, em nota oficial, que quer que as circunstâncias do acidente sejam esclarecidas, apesar de pedir que não seja criado um debate em torno do acidente. Segundo a CPA, a fatalidade traz frustração à entidade, que diz sempre tentar colocar a segurança dos ciclistas em primeiro lugar.

Jean -Francois Bourlart, Roy Jans de Wanty e Hilaire Van der Schueren
Em coletiva, time anunciou retirada de etapa (AFP/Kurt Desplenter)

"Nós não queremos acusar ninguém, mas sim refletir sobre as responsabilidades de todos para garantir que a atenção, cuidado e controle sobre os padrões de segurança sejam mantidos a um alto nível", afirmou a CPA.

A equipe do belga, Wanty-Gobert, se retirou do próximo estágio da competição, que terá início nessa terça-feira, em respeito a Demoitie. De acordo com o diretor do time, a decisão foi tomada após um encontro com os familiares do competidor.

A União Ciclística Internacional (UCI) também emitiu um comunicado oficial após o anúncio do falecimento de Antoine, afirmando que a ausência do atleta será sentida e pedindo maiores investigações sobre o acidente.

" A UCI irá cooperar com todas as autoridades relevantes para investigar as circunstâncias desse trágico acidente", confirmou.