Basquete - Pinheiros x Rio Claro (foto:Diego Imai/Divulgação)

Caixa anunciou o acordo nesta quarta-feira (foto:Diego Imai/Divulgação)

RADAR/LANCE!
16/03/2016
17:34
Rio de Janeiro (RJ)

A Caixa Econômica Federal assinou, nesta quarta-feira, o patrocínio do Novo Basquete Brasil, que passa a se chamar NBB CAIXA, e da Liga de Basquete Feminino, que passa a se chamar LBF CAIXA. O valor total dos contratos é de R$ 32 milhões, até março de 2020. A ação integra a estratégia mercadológica do banco, fortalecendo sua marca, e contribuindo para a construção de uma nova geração que representará o Brasil em futuros eventos internacionais, como Jogos Olímpicos e Campeonatos Mundiais.

O valor do patrocínio à Liga Nacional de Basquete é de R$ 22 milhões, sendo R$ 5,5 milhões para cada ano de contrato. Para a LBF, o valor é de R$ 10 milhões, com a liberação de R$ 2,5 milhões por ano de contrato. A marca CAIXA será exibida a partir do Jogo das Estrelas 2016, transmitido ao vivo pelo site da Liga Nacional de Basquete, neste sábado e domingo. Em seus dois primeiros anos, o Jogo das Estrelas foi disputado com formações aleatórias. Na terceira edição, o duelo passou a ser realizado com o confronto entre NBB Brasil e NBB Mundo. A partida foi realizada quatro vezes com o novo formato, disputada entre os melhores brasileiros e estrangeiros do campeonato. O Brasil tem vencido todos os jogos desde 2012, liderando o histórico do confronto por 4 a 1.

Para a presidenta da CAIXA, Míriam Belchior, é um momento importante para o banco, como maior patrocinador do esporte brasileiro, e para a comunidade do basquete no país. No últimos anos, a CAIXA tem contribuído com o desenvolvimento de atletas de alto nível, promovendo a inclusão social e o desenvolvimento humano. “Nosso objetivo é impulsionar o crescimento e a popularização de práticas desportivas”, conclui Míriam.

A LNB possui 20 clubes associados que participam do NBB, campeonato brasileiro masculino adulto de basquete, realizado em parceria com a National Basketball Association (NBA) e com a chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), e da Liga Ouro. O NBB está na sua oitava edição, consolidado com 16 equipes participantes representando oito estados brasileiros: DF, SP, RJ, MG, RS, BA, PE e CE. A LBF foi lançada em maio de 2010, reunindo as principais lideranças e os mais representativos clubes do basquete brasileiro, com o objetivo de reconduzir o esporte ao posto de segundo mais popular do Brasil, atrás apenas do futebol.


CAIXA e o Esporte:

A CAIXA, como maior patrocinadora do esporte nacional, incentiva modalidades como Atletismo, Ginástica, Ciclismo e Lutas Associadas, além do apoio ao Paradesporto. A CAIXA também apoia os atletas brasileiros e investe em projetos que visam à inclusão social por meio do esporte.

Em 2012 o futebol foi incluído entre as modalidades patrocinadas pela CAIXA, a partir da assinatura de convênios de folhas de pagamento, fechados com algumas prefeituras e governos estaduais. Com os rápidos resultados de visibilidade, a CAIXA passou a expandir a estratégia para alguns dos mais tradicionais clubes de futebol do país.

O investimento no período de 2013 a 2016 para a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) é de R$ 90 milhões; para a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), no mesmo período, o valor é de R$ 35 milhões. Já para a Confederação Brasileira de Lutas Associadas (CBLA), os recursos são da ordem de R$ 11,2 milhões. Para o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), R$ 120 milhões. Para o Ciclismo, serão investidos R$ 17 milhões no quadriênio.