icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/08/2015
11:44

A brasileira Érica de Sena conseguiu o melhor resultado do país na marcha atlética feminina em Campeonatos Mundiais. Nesta sexta-feira, ela terminou a prova dos 20km da competição disputada em Pequim (CHN) na sexta colocação e igualou o resultado obtido por Caio Bonfim, no último domingo.

Aos 30 anos, a pernambucana saiu surpresa com o feito, obtido em sua primeira participação no evento. Ela completou a distância em 1h30m06. A campeã foi a chinesa Hong Liu, com 1h27m45, seguida pela compatriota Xiuzhi Lu. A ucraniana Lyudmyla Olyanovska levou o bronze.

– Eu tinha planejado ficar entre as oito primeiras, mas sabia que ia ser bem difícil. Para mim, foi uma surpresa o resultado. É o meu primeiro Mundial e ficar em sexto é um resultado fantástico. Estou muito feliz – vibrou Érica.

Érica, que foi vice-campeã dos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN), mora no Equador e é casada com Andrés Chocho, recordista sul-americano dos 20km e 50km.

Outra brasileira na disputa, Cisiane Lopes passou mal durante a prova e terminou na 29ª colocação. Ela acabou vomitando ao cruzar a linha de chegada.

A brasileira Érica de Sena conseguiu o melhor resultado do país na marcha atlética feminina em Campeonatos Mundiais. Nesta sexta-feira, ela terminou a prova dos 20km da competição disputada em Pequim (CHN) na sexta colocação e igualou o resultado obtido por Caio Bonfim, no último domingo.

Aos 30 anos, a pernambucana saiu surpresa com o feito, obtido em sua primeira participação no evento. Ela completou a distância em 1h30m06. A campeã foi a chinesa Hong Liu, com 1h27m45, seguida pela compatriota Xiuzhi Lu. A ucraniana Lyudmyla Olyanovska levou o bronze.

– Eu tinha planejado ficar entre as oito primeiras, mas sabia que ia ser bem difícil. Para mim, foi uma surpresa o resultado. É o meu primeiro Mundial e ficar em sexto é um resultado fantástico. Estou muito feliz – vibrou Érica.

Érica, que foi vice-campeã dos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN), mora no Equador e é casada com Andrés Chocho, recordista sul-americano dos 20km e 50km.

Outra brasileira na disputa, Cisiane Lopes passou mal durante a prova e terminou na 29ª colocação. Ela acabou vomitando ao cruzar a linha de chegada.