Vôlei: Brasil x China

Divulgação/FIVB

LANCE!
10/06/2018
12:23
Ufa (RUS)

A Seleção Brasileira de vôlei conseguiu mais uma vitória na Liga das Nações. Sobre a China, o Brasil venceu por 3 sets a 0, na Rússia, neste domingo. Com parciais de 25/20, 25/19 e 27/25, o time conquistou mais uma vitória e divide a liderança com a Polônia na competição. Apesar no mesmo número de vitórias, os poloneses tem o melhor saldo de de sets.

O confronto contra a China teve sets disputados e bastante equilibrados. O adversário tem apenas duas vitórias na competição e já havia perdido para a Seleção Brasileira durante a preparação para a Liga das Nações, em dois amistosos. Os próximos confrontos do Brasil na Liga das Nações são: Bulgária, Canadá e França.

O JOGO
O primeiro set começou equilibrado, mas não demorou muito até que a equipe de Renan Dal Zotto mostrasse sua soberania. O Brasil foi mantendo dois pontos de vantagem até que a China conseguiu diminuir, quando o placar estava 12 a 11. A partir daí, a seleção aumentou a vantagem e chegou a conseguir 4 pontos em cima dos chineses: 16a 12. A equipe brasileira foi se mantendo em vantagem e chegou a conseguir seis pontos de diferença em cima dos chineses. Apesar de dois erros seguidos da seleção brasileira, o set foi vencido por 25 a 20.

O segundo set também foi de destaque para o ataque do Brasil. A equipe continuou atacando bem e se aproveitando dos erros dos chineses para conseguir vantagem. A equipe de Dal Zotto conseguiu abrir quatro pontos de vantagem (8/4), mas cedeu e a China conseguiu virar o jogo e ficar a frente do Brasil pela primeira vez na partida. Os chineses seguiram na frente até os 15 pontos, quando o Brasil empatou e conseguiu retomar a liderança do set. Com Wallace no saque, a Seleção abriu seis pontos (21/15) e manteve a vantagem até o fim: 25 a 19.

No terceiro set, Alan estava no lugar de Wallace que se destacou nos dois sets, o novato foi o responsável pelo primeiro ponto da equipe brasileira no último set. Apesar do Brasil estar a frente no placar, a partida foi equilibrada e no início não teve largas vantagens. A China conseguiu empatar aos 11 pontos e virar o jogo conseguindo dois pontos de diferença (13/11). A virada empolgou a equipe chinesa que seguiu abrindo vantagem sobre o Brasil e chegou a conseguir 5 pontos em cima dos brasileiros (17/12). Dal zotto fez substituição e colocou Léo no lugar de Douglas. Os brasileiros conseguiram diminuir a vantagem chinesa que se manteve até os 22 pontos, quando após a entrada de Bruno e Wallace o Brasil empatou. O técnico chinês pediu tempo. Na volta a Seleção Brasileira virou o placar, mas a China empatou. O equilíbrio se manteve no jogo e a China voltou a ficar na frente (25/24). Wallace empatou e Isac, em um bloqueio virou o jogo e depois fez o último ponto do set, dando a vitória para o Brasil.