icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/08/2015
14:49

O Brasil segue brilhando no Mundial de Canoagem velocidade e Paracanoagem de Milão (ITA). Nesta quinta-feira, no segundo dia de competições, os atletas do país garantiram uma medalha de ouro, dois bronzes e duas vagas para a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016.

Na disputa da classe K1 200m KL2, Luis Carlos Cardoso, que já havia conquistado um ouro no dia anterior, na VL1 200m, repetiu a dose e subiu ao ponto mais alto do pódio. Com o tempo de 50s863, ele superou o polonês Jakob Tokarz (52s533) e seu compatriota Fernando Fernandes, que fechou em terceiro, com 52s970.

Quem também garantiu uma láurea na competição foi Fernando Rufino, o terceiro melhor no K1 200m KL2. Na marca de 43s415, ele foi superado apenas pelo autríaco Markus Mendy Swoboda, que cravou 42s542, e o australiano Curtis McGrath, com 43s185.

Com os resultados, o Brasil garantiu duas vagas para as Paralimpíadas nas classes KL2 e KL1, visto que os seis primeiros colocados em Milão nas categorias citadas e na KL3, se garantem na disputa dos Jogos do Rio.

Além das finais na Paracanoagem também começaram nesta sexta-feira, em Milão, as eliminatórias na Canoagem Velocidade. As primeiras canoístas que se classificaram para a Final A foi a dupla formada por Angela Aparecida da Silva e Andrea de Oliveira com o segundo lugar no C2 500m. A final acontece neste sábado, às 10h26 (de Brasília)
 
Já Isaquias Queiroz pode mostrar mais uma vez porque é um dos principais canoístas do mundo, se classificando para a Final A do C1 200m Masculino, ao chegar em primeiro lugar na primeira semifinal. A decisão será realizada também neste sábado, às 10h59.

O Brasil segue brilhando no Mundial de Canoagem velocidade e Paracanoagem de Milão (ITA). Nesta quinta-feira, no segundo dia de competições, os atletas do país garantiram uma medalha de ouro, dois bronzes e duas vagas para a Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016.

Na disputa da classe K1 200m KL2, Luis Carlos Cardoso, que já havia conquistado um ouro no dia anterior, na VL1 200m, repetiu a dose e subiu ao ponto mais alto do pódio. Com o tempo de 50s863, ele superou o polonês Jakob Tokarz (52s533) e seu compatriota Fernando Fernandes, que fechou em terceiro, com 52s970.

Quem também garantiu uma láurea na competição foi Fernando Rufino, o terceiro melhor no K1 200m KL2. Na marca de 43s415, ele foi superado apenas pelo autríaco Markus Mendy Swoboda, que cravou 42s542, e o australiano Curtis McGrath, com 43s185.

Com os resultados, o Brasil garantiu duas vagas para as Paralimpíadas nas classes KL2 e KL1, visto que os seis primeiros colocados em Milão nas categorias citadas e na KL3, se garantem na disputa dos Jogos do Rio.

Além das finais na Paracanoagem também começaram nesta sexta-feira, em Milão, as eliminatórias na Canoagem Velocidade. As primeiras canoístas que se classificaram para a Final A foi a dupla formada por Angela Aparecida da Silva e Andrea de Oliveira com o segundo lugar no C2 500m. A final acontece neste sábado, às 10h26 (de Brasília)
 
Já Isaquias Queiroz pode mostrar mais uma vez porque é um dos principais canoístas do mundo, se classificando para a Final A do C1 200m Masculino, ao chegar em primeiro lugar na primeira semifinal. A decisão será realizada também neste sábado, às 10h59.