Seleção Brasileira de Rugby (Foto: Divulgação)

Seleção Brasileira de Rugby perdeu para a Argentina (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
06/03/2016
05:55
Rio de Janeiro (RJ)

A Seleção Brasileira Masculina de Rugby XV encerrou, neste sábado, no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, a sua participação no Americas Rugby Championship, o maior torneio de Rugby XV do continente. Em processo de desenvolvimento a longo prazo, os Tupis tiveram evolução ao longo do torneio e conquistaram a quinta posição no geral. Apesar da derrota por 42 a 7 para a campeã Argentina, a equipe verde e amarela fez história na competição.

- Entramos na competição pensando, exatamente, na evolução. Só participando de competições como essa, de grande nível, que aumentaremos nosso nível. Foi muito positivo o saldo do torneio. Terminamos na frente do Chile. Mostramos desenvolvimento em campo, como na vitória diante dos Estados Unidos, potência mundial. Vamos continuar neste ritmo, mostrando evolução, trabalhando com jovens e seguindo nesse caminho que é o certo - afirmou Tanque, autor do try do Brasil na partida.

Ao longo do Americas Rugby Championship, o Brasil conquistou dois pontos-bônus diante de Chile e Uruguai e alcançou a histórica vitória diante dos Estados Unidos por 24 a 23. Pela primeira vez, uma equipe 26 posições abaixo no ranking mundial derrotou outra superior. Com isso, os Tupis ascenderam no ranking mundial da World Rugby, entidade que rege o esporte.

Houve ainda o crescimento de habilidades técnicas e táticas tanto individuais quanto coletivas. Neste torneio, o desenvolvimento das ações de jogo foi o principal foco, mesmo em detrimento do placar. O público também fez grande festa nos três duelos da Seleção em casa, sendo dois na Arena Barueri e um no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. De maneira invicta, a Argentina sagrou-se campeã da primeira edição do Americas Rugby Championship.

- Sabíamos que ia ser um jogo muito complicado, mas procuramos evoluir em alguns quesitos dentro do jogo. Eles têm muitas qualidades táticas, técnicas e físicas. Cometemos erros em detalhes, e eles começaram a crescer no jogo. No segundo tempo, fizemos um jogo mais parelho, chutamos menos e passamos mais a bola. No final do jogo, fizemos um try. Estamos saindo de cabeça erguida. O saldo, ao todo, na competição, é bem positivo - afirma Moisés Duque.

Para fechar a última rodada, o Uruguai venceu os Estados Unidos por 29 a 25, enquanto o Chile perdeu para o Canadá por 64 a 13. Agora, os Tupis já se preparam visando ao Sul-Americano da categoria desta temporada.