icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/08/2015
11:09

Não teve para jamaicanas ou americanas na decisão dos 200 metros rasos do Campeonato Mundial de Atletismo, disputado em Pequim, na China. Nesta sexta-feira, a bela holandesa Dafne Schippers quebrou o recorde do evento na prova ao correr 21s63, marca que lhe garantiu a medalha de ouro.

De quebra, a atleta se tornou a terceira mais veloz de todos os tempos na distância, atrás apenas das americanas Florence Griffith-Joyner (21s34) e Marion Jones (21s62). 

Aos 23 anos, Schippers largou atrás na curva, mas arrancou nos 40 metros finais da disputa, quando Elaine Thompson (prata, com 21s66) e Verônica Campbell-Brown (bronze, com 21s97) lideravam. Ela não escondeu a emoção ao perceber que havia conseguido o feito.

A atleta teve uma pequena vantagem no Mundial de Pequim. Como a jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce, atual bicampeã olímpica e conhecida como "Bolt de saias", abriu mão da prova após faturar o ouro nos 100m rasos, a jovem se viu sem uma concorrente de peso. Schippers ficou com a prata naquela ocasião.

 A holandesa, que em 2013 faturou um bronze mundial no heptatlo, agora se firma entre as principais velocistas da atualidade. 

 
 Holandesa Dafne Schippers quebrou o recorde dos 200m no Mundial (Foto: JOHANNES EISELE/AFP)


Não teve para jamaicanas ou americanas na decisão dos 200 metros rasos do Campeonato Mundial de Atletismo, disputado em Pequim, na China. Nesta sexta-feira, a bela holandesa Dafne Schippers quebrou o recorde do evento na prova ao correr 21s63, marca que lhe garantiu a medalha de ouro.

De quebra, a atleta se tornou a terceira mais veloz de todos os tempos na distância, atrás apenas das americanas Florence Griffith-Joyner (21s34) e Marion Jones (21s62). 

Aos 23 anos, Schippers largou atrás na curva, mas arrancou nos 40 metros finais da disputa, quando Elaine Thompson (prata, com 21s66) e Verônica Campbell-Brown (bronze, com 21s97) lideravam. Ela não escondeu a emoção ao perceber que havia conseguido o feito.

A atleta teve uma pequena vantagem no Mundial de Pequim. Como a jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce, atual bicampeã olímpica e conhecida como "Bolt de saias", abriu mão da prova após faturar o ouro nos 100m rasos, a jovem se viu sem uma concorrente de peso. Schippers ficou com a prata naquela ocasião.

 A holandesa, que em 2013 faturou um bronze mundial no heptatlo, agora se firma entre as principais velocistas da atualidade. 

 
 Holandesa Dafne Schippers quebrou o recorde dos 200m no Mundial (Foto: JOHANNES EISELE/AFP)