LANCE!
15/07/2017
13:09
São Paulo (SP)

Após três dias paralisado, a etapa de J-Bay iniciou nas primeiras horas deste sábado. Com todas as baterias da primeira fase realizadas em boas condições de surfe, a praia sul-africana viu um show de Gabriel Medina - conseguiu a maior nota do dia - que, assim como Ítalo Ferreira e Adriano de Souza, venceram suas baterias e estão no round três.

Muito concentrado, Medina encarou o compatriota Caio Ibelli e o australiano Stuart Kennedy e conseguiu sair de um tubo praticamente impossível.

- Tenho assistido a diversas baterias nesta manhã e eu queria pegar a primeira onda grande. Tive de esperar um pouco, mas valeu a pena por ter sido uma boa onda. E depois eu peguei aquele tubinho, foi bem divertido. Eu estou amarradão por ter vencido a bateria. Está bem divertido. Às vezes, demora um pouco (entre uma série e outra), mas, quando vem, é tão divertido. Você anda rápido pela linha da onda, aplica algumas manobras e encontra tubos. Eu queria ter a certeza de que eu ia pegar a maior. Me fez me sentir bem - disse a Liga Mundial de Surfe (WSL).

Já maior média do dia ficou com o havaiano John John Florence, que anotou 19,37 na sexta bateria do dia, que também contou com o brasileiro Ian Gouveia que disputará o round dois, assim como Filipe Toledo, Caio Ibelli, Wiggolly Dantas e Jadson André. 

A vitória de Mineirinho aconteceu no terceiro confronto do dia, logo após um dos dois surfistas que dividem o terceiro lugar no ranking com ele, Owen Wright, ser surpreendido pelo veterano Bede Durbidge. Adriano de Souza saiu do mar classificado e ainda viu mais dois concorrentes diretos na acirrada disputa pelo título mundial, também serem derrotados nos confrontos seguintes. O líder do ranking, Matt Wilkinson, foi batido pelo francês Jeremy Flores. E o outro terceiro colocado, Jordy Smith, perdeu para o americano Conner Coffin. Os dois vitoriosos foram os primeiros a chegar na casa dos 17 pontos nas duas notas computadas.

- Estou feliz por ter avançado, foi por pouco, mas graças a Deus deu tudo certo para eu vencer a bateria. As ondas estão excepcionais, mas cometi alguns erros lá fora, achando que iam entrar ondas melhores. Só que o tempo foi passando e comecei a ficar preocupado, mas ainda bem que o que eu fiz lá fora foi suficiente para avançar direto para a terceira fase - disse Adriano de Souza, depois de superar o português Frederico Morais por um décimo de diferença, 13,83 a 13,73 pontos, com Jadson André ficando em último com 12,57,

A próxima chamada será às 2h30 (horário de Brasília) e as previsões são favoráveis para o prosseguimento do campeonato.

Confira os resultados da primeira fase:

1: Joel Parkinson (AUS) 14,23 X Wiggolly Dantas (BRA) 13,60 X Miguel Pupo (BRA) 10,33
2: Bede Durbidge (AUS) 13,84 X Owen Wright (AUS) 11,16 X Josh Kerr (AUS) 9,00 (interferência)
3: Adriano de Souza (BRA) 13,83 X Frederico Morais (POR) 13,73 X Jadson André (BRA) 12,57
4: Jeremy Flores (FRA) 17,00 X Ethan Ewing (AUS) 9,93 X Matt Wilkinson (AUS) 9,87
5: Conner Coffin (EUA) 17,04 X Jordy Smith (AFS) 14,76 X Michael February (AFS) 12,40
6: John John Florence (HAV) 19,37 X Dale Staples (AFS) 16,03 X Ian Gouveia (BRA) 13,03
7: Ítalo Ferreira (BRA) 15,27 X Leonardo Fioravanti (ITA) 11,24 X Kolohe Andino (EUA) 7,83
8: Kelly Slater (EUA) 16,27 X  Julian Wilson (AUS) 15,84 X Kanoa Igarashi (EUA) 8,77
9: Jack Freestone (AUS) 16,00 X Adrian Buchan (AUS) 13,66 X Connor O’Leary (AUS) 11,00
10: Gabriel Medina (BRA) 18,83 X Stuart Kennedy (AUS) 14,77 X Caio Ibelli (BRA) 9,17
11: Mick Fanning (AUS) 17,23 X Sebastian Zietz (HAV) 9,83 X Joan Duru (FRA) 6,17
12: Michel Bourez (TAH) 16,67 X Filipe Toledo (BRA) 15,17 X Ezekiel Lau (HAV) 10,60