Kobe Bryant

Após 20 temporadas no Los Angeles Lakers, Kobe Bryant decidiu se aposentar do basquete (Foto: AFP)

LANCE!
30/11/2015
14:36
São Paulo (SP)

O que fazer quando a hora de se aposentar chega? Alguns insistem, outros aceitam, alguns seguem brilhando... Para Kobe Bryant, as três opções são verdadeiras. Após 20 anos no Los Angeles Lakers, uma das maiores estrelas do basquete mundial anunciou que para de jogar ao fim dessa temporada.

Em sua carreira, Kobe brilhou, colocou-se entre os melhores da história, lutou contra as lesões que o assombraram no fim de seu período no basquete, insistiu o quanto pode, e cedeu. Agora, Bryant sai das quadras para entrar no rol de lendas.


O jogador foi "apenas" a 13ª escolha no draft de 1996, selecionado pelo Charlotte Hornets. Foi trocado no mesmo dia com o Lakers, onde jogou por toda a sua carreira conquistando cinco títulos (1999/2000, 2000/2001, 2001/2002, 2008/2009 e 2009/2010). Após 1293 jogos, um título de MVP, 17 escolhas para o All-Star Game, 32.683 pontos, o que dizer dele?

- Depois do Michael Jordan, ele foi o jogador mais completo - afirmou Zé Boquinha, comentarista da modalidade no canal ESPN.

Entre tantos comentários, esse é o mais ouvido. Kobe Bryant puxa a fila dos melhores. Mas, dessa vez, a magia do "Black Mamba" não será mais vista dentro das quadras. Confira abaixo as opiniões que especialistas deram à reportagem do LANCE! sobre o jogador:

ESTAVA NA HORA DE PARAR?

"Eu já tinha dito logo no começo da temporada, no primeiro jogo. Ele não tinha mais condições físicas. Ele sofreu duas contusões sérias. Quando se rompe o tendão de Aquiles (Kobe sofreu esta lesão em abril de 2013), não fica mais igual. Eu acho que ele nem deveria ter começado a temporada" - Zé Boquinha, comentarista de basquete da ESPN

"Já estava na hora dele parar. Eu comentei na TV com os meninos, machucar o tendão de Aquiles é fogo, principalmente para um cara como ele, que depende da explosão e velocidade. Seria difícil manter o mesmo nível" - Eduardo Agra, comentarista de basquete da ESPN

"Já não é nem sombra do que foi um dia. Sofrendo com lesões e a idade avançada, o ala-armador deve aproveitar seus últimos minutos em quadra como uma espécie de 'turnê de despedida', já que o time angelino é um dos piores do campeonato e nem sequer aspira uma vaga nos playoffs" - Lucas Pastore, colunista de basquete do LANCE!

UM DOS MELHORES DA HISTÓRIA?

"Depois do Michael Jordan, ele foi o jogador mais completo. A forma de jogar deles era parecida. O Kobe ganhou cinco títulos, tinha uma ótima condição atlética, e eram tecnicamente parecidos. Eu o colocaria como o segundo melhor da história. O Kobe fazia de tudo, chutava de três, fazia bandeja como ninguém... Era um jogador completo" - Zé Boquinha

"O Kobe revolucionou a posição dele (ala-armador) desde que entrou na NBA. Era um cara explosivo e muito habilidoso. Ele chutava de longe, de meia distância, fazia bandeja, infiltrava. No basquete internacional, eu sempre achei que ele foi um ótimo embaixador. Ele não tinha aquela atitude arrogante que era presente nos times americanos. Essa coisa de fazer comparação é difícil. Mas obviamente ele foi um cara vencedor. Foi All-Star a carreira inteira, esteve entre os caras de ponta. Na posição dele, foi top 3" - Eduardo Agra

"Terceiro maior pontuador de todos os tempos da NBA, Kobe Bryant é um dos maiores jogadores da história da liga, ao lado de nomes como Magic Johnson, outro ídolo do Los Angeles Lakers, e abaixo apenas de Michael Jordan, maior expoente do esporte" -