Lamine Diack (Foto: Fadi Al-Assaad/Reuters)

Filho de Lamine Diack, Papa Massata Diack, recorreu ao banimento da Iaaf (Foto: Fadi Al-Assaad/Reuters)

LANCE!
01/02/2016
15:47
São Paulo (SP)

Após serem banidos em janeiro por toda a vida acusados de corrupção, Papa Massata Diack, filho do ex-presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf), Lamine Diack, e os russos Valentin Balakhnichev, ex-presidente da Federação Russa (Araf), e Alexei Menikov, diretor na Araf, recorreram à punição à Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Os nomes dos três estão envolvidos nos casos de corrupção e extorsão ligados ao doping sistemático na Rússia. Assim, eles foram suspensos pela Iaaf, após terem sido considerados culpados em um relatório feito por uma comissão independente à entida.

As arbitrações do CAS já começaram, mas a Corte não irá se pronunciar sobre o assunto agora. Vale lembrar que a comissão da Iaaf segue investigando novos envolvidos no escândalo russo.