Pedro Barros durante apresentação que o classificou para a final do Oi Bowl Jam (Foto: Divulgação /  AGIF)

Pedro Barros durante apresentação que o classificou para a final do Oi Bowl Jam (Foto: Divulgação / AGIF)

RADAR/LANCE! 
30/01/2016
18:50
Rio de Janeiro (SP)

O catarinense Pedro Barros precisou de apenas uma volta para se classificar como o melhor da semifinal do Oi Bowl Jam: mundial de skate bowl.Bicampeão do evento e pentacampeão mundial de bowl, Pedrinho avançou para a final alcançando uma nota 88,67. Caçula do evento, com apenas 16 anos, o italiano Ivan Federico foi o segundo mais bem classificado (84,00), seguido pelo americano Chris Russel (83.00), o catarinense Vi Kakinho (81,67), o multicampeão Bob Burnquist (81,33), o atual campeão mundial de Bowl, Alex Sorgente (81,00), e os paulistas Felipe Foguinho (81,00) e Murilo Peres (80,33) foram os outros classificados para a final, que acontece neste domingo, a partir das 9h.

Mesmo recém-operado - quebrou a clavícula há duas semanas, no Chile - Pedro Barros mostrou que está recuperado e que  veio com força total para o torneio.

- Não senti dores, estava confortável. Fiquei feliz com minha atuação e sei que ainda não arrisquei tudo. Tenho mais manobras guardadas para amanhã e sei que vou precisar delas - disse. 

O público que encarou o sol forte e o calor de mais de 40ºC para acompanhar os melhores skatistas na modalidade bowl não teve motivo de arrependimento. Os seis classificados nas eliminatórias de sexta-feira se juntaram aos dez pré-classificados - de acordo com o mix de rankings da WCS e da AIS - para a disputa da semifinal e fizeram um belo espetáculo, na tarde deste sábado, no Parque Madureira

Divididos em duas baterias de oito skatistas, os atletas deram quatro voltas cada no bowl. No dialeto do esporte, pode-se dizer que eles "quebraram tudo", tornando difícil a tarefa dos juízes. Segundo colocado na semifinal - a exemplo do que já acontecera nas eliminatórias de sexta-feira, Ivan Federico se disse muito feliz pelo resultado.

- Espero melhorar ainda mais meu desempenho amanhã - afirmou. 

No Brasil pela segunda vez, Chris Russel, 20 anos, também gostou de sua performance no bowl. O americano encaixou sua melhor linha na segunda volta e arriscou mais nas duas últimas, sem, contudo, conseguir pontuação melhor.

Resultados da Semifinal:

1. Pedro Barros (BRA) - 88.67
2. Ivan Federico (ITA) - 84.00
3. Chris Russel (EUA) - 83.00
4. Vi Kakinho (BRA) - 81.67
5. Bob Burnquist (BRA) - 81.33
6. Alex Sorgente (ITA) - 81.00
7. Felipe Foguinho (BRA) - 81.00
8. Murilo Peres (BRA) - 80.33