LANCE!
07/12/2016
17:27
Rio de Janeiro (RJ)

O ala-pivô Matías Kruger, da seleção argentina de futsal, morreu eletrocutado na madrugada desta quarta-feira enquanto trabalhava no reparo de um ar condicionado na linha H do metrô de Buenos Aires, na estação Córdoba.

As autoridades do país confirmaram que a fonte de energia que alimenta os trens não foi desligada. Ele recebeu uma carga de 1500 volts e morreu na hora.

O jogador, de 24 anos, atuava pelo Boca Juniors desde 2015. Ele esteve na pré-lista da Copa do Mundo deste ano, mas acabou cortado. O país faturou seu primeiro título na competição. No país, o futsal é considerado amador.

Em 2012, Matías foi parte do time que conquistou o Sul-Americano Sub 21, na Venezuela. Em 2015 conquistou a Copa América no Equador.

A última atuação do armador pelo Boca Juniors foi na final do campeonato local contra o Kimberley, no domingo. A equipe foi derrotada por 4 a 1. Ele acabou expulso e não poderia disputar o duelo de volta, nesta quinta-feira.

"Com profunda dor despedimos de um enorme jogador e uma melhor pessoa. Matías Kruger, sempre em nossos corações", escreveu o Boca em seu Twitter.

O River Plate, rival histórico do Boca, também registrou suas condolências.

"Acompanhamos na dor a toda a família e companheiros de Matias Kruger, jogador do Boca Futsal, falecido nesta madrugada. Muito força", disse o clube.