O brasiliense teve uma atuação dominante sobre o argentino Lucas Alsina (FOTO: Renata Costa)

                 O brasiliense teve uma atuação dominante sobre o argentino Lucas Alsina (FOTO: Renata Costa)

LANCE!
10/04/2016
09:30
Rio de Janeiro (RJ)

O WGP Kickboxing realizou sua primeira edição em 2016 na noite deste sábado, dia 9 de abril, e emoções não faltaram na cidade de Maringá, no Paraná. Na luta principal do WGP #29 Guto Inocente venceu o argentino Lucas Alsina por nocaute em atuação dominante e manteve o título dos pesados (+94kg). O evento marcou também o adeus do tetracampeão mundial Deucélio Rodrigues, que se despediu com vitória por decisão unânime sobre o norte-americano German Baltazar, pela divisão dos galos (até 60kg). Na final do Challenger GP peso-galo, Hector Santiago venceu Gustavo Piacentini e garantiu a chance de disputar o cinturão com o atual campeão Paulinho Tebar. A próxima edição do WGP é especial e conta com três disputas de cinturão para comemorar o 30º evento da organização. O show acontece no dia 7 de maio, em São Bernardo do Campo, São Paulo.

A luta principal do WGP #29 coroou uma grande atuação de Guto Inocente. Mostrando muita versatilidade e uma grande variação de golpes, o brasiliense superou o argentino Lucas Alsina por nocaute no quarto round. Depois de dominar inteiramente os três rounds iniciais e abusar dos low kicks, Guto castigou Alsina com uma sequência de socos, forçando o arbitro a abrir contagem e encerrar o duelo. Essa foi a 47º vitória na carreira do brasiliense, que defendeu pela primeira vez o cinturão peso-pesado já que inaugurou a categoria como campeão, deixando assim o título dos meio-pesados, conquistado na edição 26, vago.

- Estou muito feliz em manter esse título aqui no Brasil, conquistar o meu segundo cinturão do WGP. Me dediquei muito para poder me apresentar bem, de forma dominante, e estou muito satisfeito com o resultado. Lutar na divisão dos pesados facilita muito porque eu cortava muito peso, me senti muito bem dessa vez. Agora é descansar um pouquinho e se preparar que já tenho um desafio no exterior marcado para maio - afirmou.

Deucélio Rodrigues se despede com vitória e Santiago fatura Challenger GP
Aos 44 anos, o tetracampeão mundial Deucélio Rodrigues pisou pela última vez em um ring para competir na noite deste sábado. Na sua luta de despedida, o paranaense mostrou fôlego de menino e superou o promissor kickboxer norte-americano German Baltazar. Depois de três rounds intensos, Deucélio se aproveitou de um knockown aplicado no primeiro round para construir a 67ª e última vitória de sua grande carreira. Ao final do duelo, aplausos e reverências do público para o lutador, que agora passa a se dedicar integralmente a formação de novos atletas em seu CT, na cidade de Guarapuava, no Paraná.

- Encerro minha carreira com muita honra e muito orgulho. Foi uma luta difícil e estou muito satisfeito. Gostaria de agradecer a todos que fizeram parte da minha caminhada de alguma forma, dói no coração, mas é o momento de parar. Consegui chegar onde cheguei com muita luta e agora vou usar essa mesma disposição para formar novos nomes no kickboxing nacional e mundial. Nasci para vencer e não para ser vencido - declarou emocionado.

A final do Challenger GP peso-galo foi entre Hector Santiago e Gustavo Piacentini. O primeiro se credenciou para a disputa após vencer Rafael Coruja depois de um duelo disputado e que terminou com o carioca acusando uma lesão na mão a poucos segundos do fim. Já o segundo teve mais dificuldade e chegou até a final depois de vencer Bruno Cerutti na decisão unânime em luta muito apertada. Na esperada decisão, Hector e Gustavo fizeram um combate muito movimentado, com os dois atletas demonstrando muito coração. Hector levou a melhor no round inicial com um bom knockdown aplicado no oponente após belo cruzado. No segundo assalto o equilíbrio imperou no duelo e no último e derradeiro round Piacentini foi melhor, deixando a difícil decisão na mão dos juízes. Nas papeletas, Hector foi declarado vencedor por decisão unânime e terá a chance de encarar o campeão Paulinho Tebar.

Atuação arrasadora em duelo feminino é destaque
Um dos duelos mais esperados do WGP #29 era entre os experientes Wallace Lopes e David Silveira pela categoria dos meio-médios (até 75kg). Mostrando muito respeito um pelo outro, os dois fizeram jus às expectativas com um duelo muito movimentado. No final dos nove minutos melhor para David, que venceu por decisão dividida. Em outro embate muito técnico e estudado, Ariel Machado e Maycon Silva se encararam pela divisão dos médios (até 85kg). A vitória ficou com Ariel por decisão unânime após mostrar mais volume e potência nos golpes durante toda a luta.

Outro ponto alto da noite foi a atuação da paulista Carol Bartier. A lutadora de Piracicaba não deu nenhuma chance para a atleta da casa Fran Callegari e conseguiu um nocaute nos últimos segundos do round inicial após dominar inteiramente a paranaense com um verdadeiro arsenal de golpes. Eduardo Borba e Samuel Pereira levantaram o público presente no ginásio Valdir Pinheiro. Depois de muita trocação, Samuel se aproveitou de um terceiro round dominante e levou a melhor por unanimidade. Nas lutas iniciais João Miquelin e Alysson Campos venceram Thiago Porto e Gabriel Macaco, respectivamente, por decisão unânime após performances mais contundentes e dominantes. Luisinho Santos, Fabio Reis e Alessandro Da Lua foram os outros vencedores da noite.

WGP #29 - Resultados oficiais
Guto Inocente venceu Lucas Alsina por nocaute a 1min e 30seg do quarto round;
Deucélio Rodrigues venceu German Baltazar por decisão unânime;
Hector Santiago venceu Gustavo Piacentini por decisão unânime;
Ariel Machado venceu Maycon Silva por decisão unânime;
David Silveira venceu Wallace Lopes por decisão dividida;
Gustavo Piacentini venceu Bruno Cerutti por decisão unânime;
Hector Santiago venceu Rafael "Coruja" por nocaute aos 2min e 55seg do terceiro round;
Samuel Pereira venceu Eduardo Borba por decisão unânime;
Carol Bartier venceu Fran Callegari por nocaute aos 2min e 54seg do primeiro round;
João Miquelin venceu Thiago Porto por decisão unânime;
Alysson Campos venceu Gabriel "Macaco" Siqueira por decisão unânime;
Alessandro "Da Lua" Campos venceu Ewerton "Ninja" por decisão unânime;
Fabio Reis venceu Alan Patrik por nocaute a 1min e 48seg do segundo round;
Luisinho Santos venceu Fernando Resende por decisão unânime