Ravy Brunow e Bruno Gazani fazem a luta principal do WGP #32

                 Ravy Brunow e Bruno Gazani fazem a luta principal do WGP #32 (FOTO: Divulgação/WGP)

LANCE!
16/07/2016
10:18
Rio de Janeiro (RJ)

A noite deste sábado promete ser histórica para os fãs do WGP Kickboxing. Depois de muita expectativa, a organização realiza sua 32ª edição, a primeira no estado da Bahia, no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador. Em uma noite com duas disputas de título, o evento conta com mais de 15 atletas locais no card e promete levantar o público. Na luta principal, o baiano Ravy Brunow dá a revanche ao paulista Bruno Gazani pelo título dos meio-médios (até 71,8kg), enquanto na co-luta a capixaba Barbara Nepomuceno disputa o cinturão super-médio (+70kg) feminino diante da chilena Aylin Sobrino. O WGP #32 tem início às 16h30 e conta com a transmissão ao vivo do Canal Combate, Bandsports e TVE (filial da TV Brasil na Bahia) a partir das 20h e do Esporte interativo e TV Aratu (filial do SBT na Bahia) a partir das 21h.

Na pesagem oficial, realizada na tarde desta sexta-feira, no Shopping Cajazeiras, os atletas não tiveram maiores problemas com a balança. Ravy e Gazani fizeram uma encarada tensa, deixando claro toda a rivalidade que envolve os dois. Ambos marcaram abaixo dos 71.8kg limites da divisão. No duelo feminino entre Barbara e Aylin a tensão se manteve na hora em que ficaram frente a frente. As duas marcaram 86,4kg e 82,7kg, respectivamente, dentro do limite da categoria. Os demais atletas também ficaram dentro do aceitado em suas respectivas divisões.

Ravy provoca Gazani e promete vencer novamente

Natural de Eunápolis, cidade de cerca de 115 mil habitantes no sul da Bahia, Ravy Brunow soma um currículo de um veterano no kickboxing profissional, apesar dos 28 anos. São 64 lutas, com 53 vitórias e apenas oito derrotas. O baiano já encarou Bruno Gazani em três oportunidades - venceu todas -, sendo a última pelo título do próprio WGP, em duelo muito disputado e polêmico. O bom aproveitamento diante do paulistano dá ainda mais confiança a Brunow, que aproveita para dar uma alfinetada no rival.

- Minha rivalidade com o Gazani vem de muito antes da última luta. Já fiz parte da equipe que ele faz parte hoje, quando eu saí ele estava entrando. Na última luta ele foi bem, mas não foi suficiente para ganhar do campeão, vai ter que treinar um pouco mais. Ele sempre vai vir com pé atrás porque sabe que vai estar lutando comigo. Não adianta falar que não, porque eu sei que vai. Vou ganhar de novo e dessa vez vai ser a última luta entre a gente - provoca.

Gazani ignora provocações e foca em intercâmbio para conquistar cinturão
Bruno Gazani é paulista de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista e soma 52 lutas na carreira, com 47 vitórias e apenas 5 reveses. A última dessas derrotas foi para Ravy, rreves esse que ele não engoliu até hoje, mas prefere não se prolongar sobre o assunto.

- A primeira luta já passou, não adianta eu ficar me lamentando porque isso não vai trazer o cinturão. Trabalhei duro e me dediquei bastante nos treinos. Vou fazer um jogo diferente, colocar ainda mais pressão e volume para não deixar dúvidas dessa vez. Vou estar sempre procurando o nocaute que aí não tem juiz que tire minha vitória - afirma Gazani.

Para isso, o lutador aposta em uma evolução de seu jogo depois de passar cerca de 40 dias na Holanda, para um período de treinamentos com grandes nomes do kickboxing mundial, como o gigante Semmy Schilt.

- A expectativa para essa luta está muita boa, aprendi algumas coisas diferentes na Holanda e sinto que evoluí bastante após esse período que passei lá. Dei continuidade aqui no Brasil, e estou me sentindo muito bem e confiante. Tenho certeza que dessa vez a história vai ser diferente - afirma.

Cinturão feminino e festival de atletas locais completam card
O evento conta ainda com a disputa de cinturão peso-super-médio (+70kg) feminino, na co-luta principal da noite. A capixaba Barbara Nepomuceno e a chilena Aylin Sobrino se encaram no duelo internacional mais importante do show. O card também tem a presença do último campeão do Challenger GP dos cruzadores (até 85kg), o baiano Junior Alpha, que encara Ruan Ferreira e Marcus Vinicius, outro anfitrião da noite, duelando com Guilherme Sancho.

Outro ponto alto do WGP #32 é o card local montado pela organização. Com início às 16h30, o undercard conta com dez duelos e em todos os combates ao menos um lutador local tem presença garantida, somando um total de 15 só nesses confrontos iniciais.

WGP #32: Brunow vs Gazani II
Data: Sábado, dia 16 de julho de 2016
Local: Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras
Endereço: Estr. do Coqueiro Grande, 127 - Fazenda Grande 2, Salvador - BA
Transmissão: Canal Combate, Bandsports e e TVE (afiliada da TV Brasil na Bahia) a partir das 20h, Esporte Interativo e TV Aratu (Afiliada do SBT na Bahia) a partir das 21h .

Card principal
MAIN EVENT: Disputa de Cinturão WGP Kickboxing
K1 Rules / Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Ravy Brunow (71,8kg) (Ravy Brunow Team / Combat Club - Eunápolis/BA) vs Bruno Gazani (70,6kg) (União ABC - São Paulo/SP)

Co-luta principal: Disputa de Cinturão WGP Kickboxing
K1 Rules / Peso-Super-Médio FEM (+70 Kg)
Barbara Nepomuceno (86,4kg) (Team Big G - Vila Velha/ES) vs Aylin Sobrino (82,7kg) (Brutal Striker - Santiago/CHI)

SUPER FIGHT 4
K1 Rules / Peso-Cruzadores (85 Kg)
Junior ‘Alpha’ (85kg) (Kingstar - Salvador/BA) vs Ruan Ferreira (84,4kg) (Team Striker - Macaé/RJ)

SUPER FIGHT 3
K1 Rules / Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Sergio ‘Pestinha’ (64kg) (Equipe Marca Maior - Salvador/BA) vs Ivan Ibarbe (63,9kg) (Team Marcelo Salas - Santa Cruz de la Sierra/BOL)

SUPER FIGHT 2
K1 Rules / Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Marcus Vinícius (64,1kg) (Rocha União Fight - Salvador/BA) vs Guilherme ‘Ceará’ Sanchos (63,5kg) (Ceará Team - Porto Alegre/RS)

SUPER FIGHT 1
K1 Rules / Peso-Médio (75 Kg)
Miguel Jacob (74,7kg)(Daniel Mattos Strikers' Team/APKB - Rio de Janeiro/RJ) vs Albert Dias (74,9kg) (Coliseum Team - Cuiabá/MT)

WGP #32: Super Fights

SUPER FIGHT 4
K1 Rules / Peso-Leve (60 Kg)
Denis Júnior (59,9kg) (Coliseu Fight Clube - Vitória/ES) vs Diego Piovezan (60kg) (União ABC - São Paulo/SP)

SUPER FIGHT 3
K1 Rules / Peso-Leve (60 Kg)
Ricardo ‘Coreano’ (60kg) (The Rocky Kickboxing - Fortaleza/CE) vs Hugo Nascimento (59,9kg) (Chacal Team - Aracajú/SE)

SUPER FIGHT 2
K1 Rules / Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Leonardo Casotti (Team Big G - Vila Velha/ES) vs Samuel Santos (Daniel Mattos Strikers' Team/EMMECAM)

SUPER FIGHT 1
K1 Rules / Peso-Galo (56,4 Kg)
Antonio ‘Pitiço’ (55,7kg) (CT Celio Rodrigues - Guarapuava/PR) vs Rafael Spin (56,3kg) (Ely Kickboxing - Belo Horizonte/MG)

WGP #32: Undercard / Card Local

LUTA 10
K1 Rules / Peso-Cruzador (85 Kg)
Marcos ‘Biriba’ (84,7kg) (Colisão Team - Salvador/BA) vs Edson Marques (83,8kg) (New Level Team - Goiânia/GO)

LUTA 9
K1 Rules / Peso-Meio-Médio (71,8 Kg)
Kaio Reis (71,8kg) (Chiangmai / Salvador-BA) vs Williames ‘Chacal’ (71,8kg) (Chacal Team - Aracajú/SP)

LUTA 8
K1 Rules / Peso-Galo FEM (52 Kg)
Kaka Naja (51,4kg) (Naja/Trion Pro Fight - Aracaju/SE) vs Mayara ‘Marrenta’ (51,6kg) (Equipe Demolição - Salvador/BA)

LUTA 7
K1 Rules / Peso-Super-Leve (64,5 Kg)
Jorge ‘Paulista’ (63kg)(Equipe Demolição - Salvador/BA) vs Robson Santos (59,6kg) (Strike Team / São Felix -BA)

LUTA 6
K1 Rules / Peso-Galo (58,2 Kg)
Matheus Dantas (58kg) (Equipe ST/FBMT/FPMTA - Teixeira de Freitas/BA) vs Allyson Kivio (58kg) (New Level Team - Goiânia/GO)

LUTA 5
K1 Rules / Peso combinado (62,3 Kg)
Cleuber Cabral (61,4kg) (Inside Jay Congo - JUAZEIRO/BA) vs Lucas Cruz (62kg)(Equipe Virtude - Lauro de Freitas/BA)

LUTA 4
K1 Rules / Peso-Pesado (94,1 Kg)
Ronilson Mamute (92,6kg) (Marca Maior/Dunamis Team - Salvador/BA) vs Francisco Júnior (92,4kg) (Giovanni Pereira Team - Teresina/PI)

LUTA 3
K1 Rules / Peso combinado (62,3 Kg)
Arnaldo de Andrade (62,3kg) (Inside Jay Congo - Juazeiro/BA) vs Cristiano Dantas (61,5kg) (Ravy Brunow Team / Combat Club - Crisópolis/BA)

LUTA 2
K1 Rules / Peso-Pena (58,2 Kg)
Clecio Pereira (56,7kg) (Naja Thai - Euclides da Cunha/BA) vs João Antunes (56,7kg) (Equipe Demolição -Salvador/BA)

LUTA 1
K1 Rules / Peso-Cruzador (85 Kg)
Gilmar ‘Blade’ (85kg) (Equipe Tigre - Salvador/BA) vs Lindemberg Lira (85kg) (Lira Team / Equipe Demolição - Salvador/BA)