LANCE!
11/09/2016
10:46
Cleveland (EUA)

Uma das cenas mais marcantes do UFC 203, ocorrido em Cleveland (EUA), neste sábado, foi o chute de Fabricio Werdum em Edmon Tarverdyan. O brasileiro não gostou de ouvir ofensas do treinador de Travis Browne após sua vitória e atacou o rival. E o que motivou o brasileiro a tomar a atitude foi ouvir ofensas a sua mãe.

Em coletiva de imprensa após o show, Werdum detalhou a confusão e explicou o que ouviu do treinador antes de tomar a atitude de agredir Edmond.


- Ele falou ‘cala a boca, filho da p...'. Pode me xingar, mas não a minha mãe! E eu nem o chutei de verdade, só mantive a distância. Sei que ele é um técnico de boxe e vi nos olhos dele que ele queria socar a minha cara. Ele veio falar algumas coisas ruins para mim. E minha mãe sempre diz para nunca dizer coisas feias sobre a mãe dos outros. Mas ele começou - explicou o ex-campeão dos pesados do UFC.

Fabricio Werdum bateu Travis Browne pela segunda vez e agora vive a expectativa de ganhar uma nova chance pelo cinturão da categoria contra o carrasco Stipe Miocic, que venceu Alistair Overeem no UFC 203.