LANCE!
28/03/2016
13:29
Rio de Janeiro (RJ)

Em meio a muitas provocações, Chris Weidman e Luke Rockhold sobem no octógono dia 4 de junho, pelo UFC 199, em Los Angeles (EUA). A revanche acontece menos de seis meses depois da vitória de Luke por nocaute no UFC 194, em dezembro. Algo que ainda não foi digerido pelo ex-campeão dos médios do Ultimate. 

Em entrevista ao The Luke Thomas Show, Weidman afirmou que o chute rodado mal aplicado em Rockhold, que abriu caminho para o triunfo do rival, foi como um "presente" em um momento em que ele estava mehor na luta. 

- Eu entendo que você pode assistir a luta e ver uma luta acirrada. Quando aquele chute rodado aconteceu e ele conseguiu a derrubada, aquilo provavelmente foi quando ele estava no seu pior momento. Ele estava começando a descer a ladeira com os chutes no corpo que eu estava acertando. Parecia que ele estava começando a quebrar e eu dei a ele um presente - que foi o chute rodado - e ele capitalizou isso. Sei quem sou e onde estou. Por isso estou na revanche e não em outra luta para voltar ao topo. Acredito em mim e sei do que sou capaz - avaliou o americano, explicando também o motivo de ter pedido a revanche imediata.

Além de Rockhold x Weidman 2, o UFC 199 conta com a disputa de título dos galos entre Dominick Cruz e Urijah Faber, que vão se enfrentar pela terceira vez - eles somam uma vitória para cada.