LANCE!
15/03/2016
18:30
Rio de Janeiro (RJ)

Em julho de 2013, Chris Weidman chocou o mundo e foi o responsável por terminar o reinado de Anderson Silva, quando o nocauteou e conquistou o cinturão dos médios do Ultimate. Em dezembro deste mesmo ano, os dois voltaram a se enfrentar, com o americano saindo vencedor por conta da fratura na perna do brasileiro. De acordo com o "All American", ele mudou Spider.

Em entrevista ao site "FOX Sports", o americano afirmou que depois do primeiro confronto entre eles, viu o ex-campeão com medo e com uma postura completamente diferente no octógono.

- Nas lutas anteriores dele, o víamos baixar a guarda para os adversários o baterem. Todo mundo achava que ele tinha um queixo indestrutível, acredito que o próprio pensava isso também por agir daquela maneira. Mas depois de eu nocauteá-lo, na segunda luta eu o acerto um direto. Nem foi tão forte, mas ele caiu. Nessa hora vi que tinha mudado algo e seu queixo não era o mesmo. Pouco antes da sua perna quebrar, vi o medo no seu olhar - afirmou.

Assim que retornou ao Ultimate, após um longo período se recuperando da fratura em sua perna, Spider encarou Nick Diaz, em 2015 e teve uma atuação abaixo do esperado, apesar da vitória por decisão unânime (que virou No Contest, luta sem resultado, após teste positivo de ambos no antidoping). Segundo Weidman, essa apresentação foi fruto do seu nocaute.

- Ele teve medo na luta contra o Nick Diaz, não tomou nenhuma iniciativa. Ele deveria estar com medo de ser golpeado, com receio de ser nocauteado de novo. Por isso afirmo que minhas lutas com ele o mudaram - completou.