Vitor Belfort conversou com a imprensa antes do UFC São Paulo (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

Belfort conversou com a imprensa antes do UFC São Paulo e comentou polêmicas (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

Luis Fernando Coutinho
05/11/2015
14:28
São Paulo (SP)

Astro principal do UFC São Paulo, que acontece neste sábado, no ginásio do Ibirapuera, Vitor Belfort foi o lutador mais requisitado pela imprensa no Media Day do evento, onde atletas projetaram seus desafios e atenderam profissionais. E como não podia deixar de ser, o brasileiro foi questionado sobre os casos antigos de doping, em especial um documento divulgado recentemente que revela que Vitor lutou com altos índices de testosterona na luta contra Jon Jones, em setembro de 2012, com o conhecimento do UFC, que nada fez a respeito do assunto.

- Antes de todas as minha lutas sempre teve alguma discussão. Sempre trazem algo para discutir. A coisa mais difícil de lidar é com aquilo que é externo. Você não tem controle. Não tenho controle sobre o que você pode perguntar, tenho que pensar como vou lidar com isso. Isso sempre fez parte da minha carreira. Eu gostaria de saber o que vocês (jornalistas) acham. De todos os que faziam o uso do TRT (Terapia de Reposição de Testosterona), quase todos eram americanos e ninguém era questionado. A mídia pode responder sobre isso. Na realidade, os meus médicos e o UFC resolveram isso. Sempre dividi meus exames com eles. Lutei aprovado pela comissão e sempre aprovado pelo UFC. Nunca teve nada debaixo do pano - afirmou o lutador.

A reportagem publicada pelo site Deadspin relata o envio equivocado de um resultado de exame de Vitor Belfort pré-UFC 152 para diversos atletas. Tal exame aponta o doping do brasileiro, que fazia o uso do TRT já na época, mas havia sido chamado de última hora para enfrentar Jones em disputa de cinturão ocorrida no Canadá. Segundo o lutador, ele foi ameaçado pelo jornalista responsável pela publicação da história.

- O repórter estava me ameaçando e ao UFC também. Eu disse que ele podia fazer o que quisesse. Foi um e-mail que foi passado para vários lutadores equivocadamente e foi colocada como matéria para ser vendida. As pessoas ainda não entendem muito o TRT, essa questão de banir o TRT. Depois do banimento sempre cumpri com todas as regras. Antes não entendiam. O MMA decidiu não ter mais e acabou. E não se arranha uma imagem assim. O negativo é o que se precisa para se botar na chamada. Poucos profissionais conseguem valorizar esse lado do seu trabalho. Casos isolados não podem tirar o valor de uma carreira - ponderou. 

O UFC São Paulo acontece neste sábado, no ginásio Ibirapuera, e conta com a luta principal entre Vitor Belfort e Dan Henderson. Além do confronto, nomes como Glover Teixeira, Gilbert Durinho e Thomas Almeida estão confirmados para o show.

Confira as lutas do UFC São Paulo
Vitor Belfort x Dan Henderson
Glover Teixeira x Patrick Cummins
Thomas Almeida x Anthony Birchak
Alex Cowboy x Piotr Hallmann
Gilbert Durinho x Rashid Magomedov
Fábio Maldonado x Corey Anderson
Card preliminar
Gleison Tibau x Abel Trujillo
Yan Cabral x Johnny Case
Clay Guida x Thiago Tavares
Kevin Souza x Chas Skelly
Viscardi Andrade x Gasan Umalatov
Pedro Munhoz x Jimmie Rivera
Bruno Korea x Matheus Nicolau