O UFC já anunciou a revanche de entre Werudm e Velásquez para fevereiro de 2016

                   Cain Velásquez é ex-campeão dos pesados do Ultimate e volta no UFC 200 (FOTO: Reprodução/UFC)

LANCE!
29/04/2016
12:29
Rio de Janeiro (RJ)

O desentendimento entre Conor McGregor e Dana White por conta do não cumprimento de compromissos com a mídia por parte do astro irlandês segue rendendo "pano para a manga". Após a decisão do Ultimate de tirar o campeão dos penas do UFC 200, muitas personalidades do mundo das lutas comentaram o caso, a exemplo de Cain Velásquez.

Escalado para encarar Travis Browne no UFC 200, dia 9 de julho, em Las Vegas (EUA), Velásquez comentou a ausência de Conor nos eventos com a imprensa, uma vez que o lutador estava escalado para participar do show, mas foi retirado do card por conta da recusa para participar do tour de mídia.

- Eu estou fazendo isso, todo mundo está fazendo (encontro com a imprensa). Consigo entender o lado dele? Na verdade, não. Eu estou fazendo isso, todo mundo também está. Se ele tivesse que fazer muito mais do que ele deve, então tudo bem. Eu poderia entender. Mas se ele está fazendo a mesma coisa (que sempre fez), então não. Estamos todos trabalhando. Todos temos esse tipo de obrigação. Sou um cara que odeio fazer isso. Quando comecei achava que era só treinar e lutar. Sinto que entrevistas são parte do trabalho. Você tem de fazer isso, treinar e lutar. Não acho que isso seja justo com outros lutadores. Mas eu honestamente não me importo. Estou feliz em poder voltar a lutar - explicou o lutador, em trech reproduzido pelo site MMA Fighting.

Além de Velásquez x Browne, o UFC 200 conta com as disputas de cinturão entre Daniel Cormier e Jon Jones, José Aldo e Frankie Edgar, e ainda Miesha Tate e Amanda Nunes.