Hernani

               Hernani Perpétuo conseguiu o nocaute em apenas 1 min e 33 seg de luta - (Foto: divulgação)

LANCE!
01/08/2016
10:54
Rio de Janeiro (RJ)

Em seu principal palco, o Clube Hebraica, o Shooto Brasil realizou sua 65ª edição neste domingo, dia 31 de julho, em noite que trouxe o retorno do ex-lutador do UFC, Hernani Perpétuo, no duelo principal. E diante de Cleber Sousa, ele reencontrou o caminho das vitórias depois de dois reveses consecutivos no Ultimate. Com um jab avassalador ainda no primeiro round, Hernani comemorou o triunfo.

Na co-luta principal, amigos na casa do TUF Brasil 3, Ismael Marmota derrotou Joilton Peregrino com um nocaute que levantou o público. O evento ainda contou com outras nove disputas, com a maioria marcada pelo equilíbrio.

- Como esperado foi mais uma edição especial do Shooto Brasil. Sabíamos que os duelos seriam desse nível, com muito equilíbrio e muita técnica. Quando montamos o card, prezamos pela qualidade do show que os atletas podem dar ao público. Foi assim, com disputas eletrizantes, saímos do Hebraica, outra vez, com a sensação de dever cumprido - celebra o presidente do Shooto Brasil, Dedé Pederneiras.

Aos 31 anos, Perpétuo chegou à 18ª vitória em seu cartel, com cinco derrotas e um empate. Já Cleber Sousa interrompeu a boa série de quatro vitórias nos últimos cinco duelos e chegou à quinta derrota. Ao todo, Cleber venceu seis confrontos.

Confira abaixo os resultados completos do Shooto Brasil 65:

Hernani Perpétuo venceu Cleber Sousa por nocaute aos 1min e 33seg do R1
Ismael Marmota venceu Joilton Peregrino por nocaute aos 2min e 52seg do R2
Alcides Nunes venceu Wagner Rocha na decisão unânime dos juízes laterais
Pedro Falcão venceu Wanderson Marinho por nocaute técnico aos 50seg do R1
Taigro Costa venceu Joaquim Polônia por decisão unânime dos juízes laterais.
Erick Panterinha finalizou Fernando Tourinho com um mata-leão no R1
Renato King venceu Hemerson por nocaute técnico aos 4min e 33seg do R2
Guilherme Doin venceu Thiago Barbosa por decisão dividida dos juízes laterais
Luan Lacerda finalizou Pedro Rocha com um triângulo aos 4min e 5seg do R2
Luiz Arthur venceu Elves Oliveira por nocaute técnico aos 4min e 10seg do R3
Carlos Tiziu venceu Ronaico Raio X por decisão unânime dos juízes laterais