Jacaré

                     Ronaldo Jacaré tem seis vitórias e apenas uma derrota dentro do UFC - (Foto Divulgação UFC)

LANCE!
15/05/2016
01:11
Curitiba (PR)

Uma das lutas mais aguardadas do card do UFC 198, que aconteceu neste sábado (14), em Curitiba (PR), no estádio do Atlético Paranaense, pode ser definida como um monólogo. Ex-campeão do Strikeforce, Ronaldo Jacaré não tomou conhecimento de Vitor Belfort e fez o que quis com o carioca, diante de uma Arena com mais de 40 mil torcedores.

Jacaré começa a luta cercando e conecta bons chutes em Belfort, que fica esperando o momento certo para contra atacar. Ronaldo pressiona Belfort contra a grade e o Fenômeno consegue se desvencilhar. No meio do round, jacaré coloca Vitor para baixo com certa facilidade e trabalha da meia-guarda por cima. Com uma cotovelada, abe um corte profundo no nariz do Fenômeno, que começa a sangrar abundantemente. A luta é interrompida para o médico verificar o ferimento.

O combate volta da mesma posição, no solo, Ronaldo tenta pegar o braço e Vitor reverte a posição, mas por pouco tempo. Logo o capixaba volta a massacrar o carioca por cima e consegue montada. Por cima, Ronaldo começa uma sequência interminável de socos em Vitor Belfort, que fica sem reação, obrigando o árbitro central encerrar a luta aos 4min 31s do primeiro round.

Com seis vitórias e apenas uma derrota entre os pesos-médios do UFC, o faixa-preta de jiu-jitsu foi incisivo ao exigir a sua chance pelo cinturão, de preferência uma revanche contra Rockhold, que defende o título contra Chris Weidman em 4 de junho.

- Sabia que ia fazer um grande trabalho, pois toda vez que me dão um grande desafio, eu me supero. Eu não estou pedindo uma oportunidade pelo cinturão, eu conquistei isso. Vou acabar com o Rockhold se eu pegar ele. Na nossa luta, no Strikeforce, teve um juiz que estava arbitrando pela primeira vez e deu os cinco rounds para ele, foi um absurdo! - desabafou. 

Cyborg atropela americana em 81 segundos e é ovacionada
Campeã peso-pena do Invicta há dez anos, Cris Cyborg finalmente fez sua estreia no UFC, em peso casado (63.2 kg), atropelando a americana Leslie Smith em apenas 81 segundos, conquistando o 14º nocaute da carreira. Após a vitória, a paranaense foi ovacionada pelo público e declarou que pretende seguir lutando pelo Invicta, mas não descarta fazer superlutas no UFC.

A brasileira começou cercando Leslie e aplicando bons golpes. Um chute que explodiu no corpo da americana abriu caminho para o nocaute técnico. 
Smith ainda levou dois socos fortíssimos no rosto, foi à lona, onde Cyborg sacramentou a vitória do ground and pound. Smith ficou revoltada, alegando que o árbitro central interrompeu a luta precocemente.

Shogun engata a segunda vitória em decisão polêmica
Ex-campeão do Pride e UFC, Maurício Shogun começou a luta com um ritmo alto e conectou excelentes golpes em Corey Anderson, que chegou a levar um knockdown, fruto de um cruzado no queixo. O americano foi literalmente salvo pelo gongo, sofrendo um brutal ground and pound por parte do curitibano no final do round inicial.

No segundo round, o americano conseguiu colocar seu jogo em prática, aplicando algumas quedas em Shogun, que deu uma diminuída no ritmo. Apesar de conseguir um novo knockdown, com um golpe de encontro no americano, no final da parcial, não foi o suficiente para virar o round. 

No round decisivo, o americano conseguiu a queda logo no começo e ficou por cima desferindo golpes em um Shogun. Faltando dois minutos para o final do combate, o brasileiro reage e consegue voltar de pé, mas logo Corey volta a pressioná-lo contra a grade usando suas técnicas de wrestling para anular Shogun. Apesar do domínio do americano nos dois últimos rounds, o curitibano desferiu os golpes mais efetivos e levou a melhor na decisão dividida dos juízes.

Campeão do TUF sofre a primeira derrota da carreira
Campeão do TUF Brasil 3, Warlley Alves perdeu a invencibilidade de dez lutas diante de Bryan Barberena, que interrompeu uma sequência de três vitórias do meio-médio brasileiro no Ultimate. Os atletas fizeram um duelo equilibrado e a vitória poderia ter ido para qualquer lutador, mas o brasileiro terminou a luta mais cansado e infelizmente o Brasil abriu o card preliminar com derrota.

Resultados do UFC 198

CARD PRINCIPAL
Stipe Miocic nocauteou Fabricio Werdum aos 2min e 47s do R1
Ronaldo Jacaré derrotou Vitor Belfort por nocaute técnico aos 4min e 38s do R1
Cris Cyborg derrotou Leslie Smith por nocaute técnico a 1min 21s do R1
Mauricio Shogun derrotou Corey Anderson – decisão dividida
Bryan Barberena derrotou Warlley Alves - decisão unânime

CARD PRELIMINAR

Demian Maia venceu Matt Brown – finalização (mata-leão)
Thiago Santos venceu NateMarquardt - nocaute
Francisco Massaranduba venceu Yancy Medeiros – decisão unânime
John Lineker venceu Rob Font – decisão unânime
Rogério Minotouro venceu Patrick Cummins – nocaute técnico
Serginho Moraes empatou com Luan Chagas
Renato Moicano venceu ZubairaThukugov – decisão dividida