Thompson

                  Thompson conquistou a sétima vitória consecutiva entre os meio-médios do UFC - (Foto: UFC)

LANCE!
19/06/2016
10:25
Ottawa, Canadá

O UFC Fight Night 89, que aconteceu em Ottawa, no Canadá, neste sábado (18), contou com a vitória de Stephen Thompson diante da estrela canadense, Rory MacDonald, em um combate bastante estratégico.

Com ambos os atletas buscando errar o mínimo possível, Thompson conectou os melhores golpes e surpreendeu o adversário com um jogo de paciência e, em uma luta praticamente toda disputada em pé, emplacou a sétima vitória seguida entre os meio-médios, se afirmando como possível desafiante ao cinturão. 

No primeiro round, MacDonald tentou dois ataques no pé do adversário, mas que foram bem defendidos e Thompson usou sua maior envergadura para encurralar o canadense na grade e desferir bons golpes. No round seguinte, Stephen conectou bons chutes em Rory, que tentava em vão levar a luta para o chão.

MacDonald acordou no terceiro round e demonstrou mais agressividade, chegando a conectar um cruzado no americano, que o fez balançar. Ao invés de aproveitar o bom momento e dar sequência aos golpes, o canadense mais uma vez tentou a queda e acabou frustrado.

No penúltimo round, prevaleceu o equilíbrio, com Rory ameaçando mudar o panorama da luta através de uma boa direita, que Thompson absorveu e contra atacou com golpes na linha de cintura do rival

No round decisivo, os lutadores finalmente partiram para a trocação franca, mas novamente a envergadura do americano pesou a seu favor e, em situação de desespero por estar frustrado em sua estratégia, Rory chegou a puxar o adversário para a guarda. Vitória tranquila de Thompson, que andou mais para a frente e conectou os melhores golpes, engatando a sétima vitória consecutiva.

- Respeito muito o Rory, mas achei que ele viria para a guerra, mas o combate foi uma partida de xadrez. Quero enfrentar o vencedor de Robbie Lawler vs. Tyron Woodley em Nova York - disse Thompson, ainda dentro do cage, enquanto Rory demonstrou toda sua frustração por não conseguir emplacar sua estratégia.

- Estou decepcionado. Vim no melhor da minha forma, mas não posso tirar o mérito de Stephen, que fez uma luta ótima e mereceu a vitória - reconheceu.

Na co-luta principal da noite, Donald Cerrone insistiu e conseguiu o nocaute sobre Patrick Côté no último round, emplacando a sua segunda vitória consecutiva entre os pesos-leves. No round inicial, o Caubói levou a luta para o solo e passou a parcial inteira nas costas do rival, faltando apenas a finalização. No round seguinte, Cerrone aplicou um knockdown com um cruzado de esquerda e esperou seu adversário voltar de pé. Côté levantou cheio de vontade, mas não encontrou Cerrone no cage.

No último round, o ex-desafiante conquistou mais dois knockdowns e, na segunda queda do rival, Cerrone montou e castigou Patrick, que ficou de lado, demonstrando não ter mais condições de lutar e obrigou o árbitro a decretar o nocaute técnico.

No card preliminar do UFC Ottawa,  Leandro Buscapé fez uma luta duríssima contra o atleta da casa Jason Saggo, mas acabou derrotado na decisão dividida dos juízes, quebrando uma sequência de quatro vitórias do brasileiro.

Confira abaixo os resultados completos do UFC Fight Night 89:
CARD PRINCIPAL
Stephen Thompson derrotou Rory MacDonald na decisão unânime dos juízes
Donald Cerrone venceu Patrick Côté por nocaute técnico aos 2m35s do R3
Steve Bossé venceu Sean O'Connell por decisão unânime
Olivier Aubin-Mercier venceu Thibault Gouti por finalização aos 2m28s do R3
Joanne Calderwood venceu Valerie Letourneau por nocaute aos 2m51s do R3

CARD PRELIMINAR
Jason Saggo venceu Leandro Buscapé por decisão dividida
Misha Cirkunov venceu Ion Cutelaba por finalização aos 1m22s do R3
Krzysztof Jotko venceu Tamdam McCrory por nocaute a 59s do R1
Joe Soto venceu Chris Beal por finalização aos 3m39s do R3
Elias Theodorou venceu Sam Alvey por decisão unânime
Randa Markos venceu Jocelyn Jones-Lybarger por decisão unânime
Colby Covington venceu Jonathan Meunier por finalização aos 54s do R3
Ali Bagautinov venceu Geane Herrera por decisão unânime