LANCE!
09/04/2016
12:23
Rio de Janeiro (RJ)

A edição desta sexta-feira do programa "Laboratório da Luta" é estrelado por Thomas Almeida. O peso-galo do UFC tem os limites testados durante sua preparação para o UFC Fight Night: Almeida vs. Garbrandt, que acontece no dia 29 de maio, em Las Vegas. “Thominhas” é apontado como uma das maiores apostas da nova geração do MMA internacional e fará pela primeira vez a luta principal em um evento do UFC.

Quem também é colocado à prova no “Laboratório” é Rogério Novaes, velocista, e um dos homens mais rápidos do Brasil. O programa dessa semana traça uma comparação entre a velocidade utilizada pelos atletas em seus esportes e a importância disso para cada um deles em suas modalidades.

‘Laboratório da Luta’ é um documentário apresentado pelo UFC, que testa de forma científica, os limites físicos de grandes nomes nacionais e internacionais, como Frank Mir, Demian Maia, Bethe “Pitbull” Correia, Rogério Minotouro, Charles do Bronx, Erick Silva, e Ronaldo Jacaré.

A série, fruto de uma parceria entre o UFC, Canal Combate e Mixer Filmes, é composta por oito episódios e será sempre exibida às sextas-feiras, no YouTube do UFC Brasil, (https://www.youtube.com/user/UFC) a partir das 20h30.

A cada episódio, um lutador será avaliado em diversas provas no enorme cenário montado com equipamentos biomecânicos de altíssima tecnologia - um laboratório coordenado pelo renomado preparador físico Bruno Mazziotti, além de contar com um convidado: um atleta de outro esporte (ciclista, boxeador, velocista, surfista de ondas gigantes, bailarino, entre outros), que será comparado ao lutador em alguma habilidade de destaque de ambos.

Dirigida por Kiko Costato, a série ainda trará em cada episódio um desafio final na forma de simulações reais de lutas, tanto aquelas já vividas pelo lutador em sua carreira, quanto outras que ele ainda possa enfrentar no futuro. A apresentadora Kyra Gracie, comentarista do Combate e pentacampeã mundial de Jiu-Jitsu, herdeira da família mais consagrada de lutadores no Brasil, é quem comanda o Laboratório da Luta.