Gegard Mousasi encara Thales Leites neste sábado (FOTO: Reprodução/UFC)

          Gegard Mousasi venceu Thales Leites na co-luta principal do show (FOTO: Divulgação/UFC)

LANCE!
27/02/2016
19:38
Londres (ING)

Anderson Silva não foi o único brasileiro escalado para o UFC Londres. Neste sábado, na co-luta principal do show, Thales Leites enfrentou Gegard Mousasi e sucumbiu ao jogo movimentado do rival. Apesar da garra, o atleta tupiniquim acabou derrotado pelo adversário na decisão unânime dos juízes.

Especialista em jiu-jitsu, o brasileiro tentou a derrubada no início da luta, encontrou resistência, e acabou gastando energia, fazendo com que Mousasi se mostrasse mais inteiro na trocação. Depois de novas investidas, o brasileiro teve de aceitar a luta em pé, onde Mousasi cercou, atacou bem com a mão da frente e conectou bons diretos. No último assalto, Leites até melhorou em bom momento onde acertou bons socos, mas não foi o suficiente para bater Mousasi, que trabalhou o domínio com sua experiência.

- Ele é um cara muito bom, mas eu fiz um jogo inteligente. Eu posso levar socos e continuar de pé, estava pronto e fui melhor. preferi uma luta inteligente e o resultado é o que você viram. Sou um dos cinco melhores da divisão, mas estou no topo - declarou Mousasi, logo após a luta.

Com o resultado,  Mousasi se recupera da derrota sofrida em outubro para Uriah Hall por nocaute. O triunfo foi o 37º resultado positivo da carreira do holandês em sua carreira no MMA.

Breese mantém invencibilidade
Um dos maiores favoritos da noite, Tom Breese confirmou as expectativas e venceu Keita Nakamura na decisão unânime dos juízes. Porém, apesar do favoritismo, o duelo foi apertado. Com bastante movimentação na trocação e no solo, o dono da casa bateu o rival e manteve a invencibilidade, ampliando seu cartel para dez vitórias em dez combates.

Pickett vence em decisão dividida
A primeira luta do card principal do UFC Londres foi uma verdadeira guerra. Em confronto pela divisão dos galos, Brad Prickett e Francisco Rivera protagonizaram um duelo movimentado durante três rounds. Apesar do início melhor e arrasador, onde conseguiu derrubar o rival com um knockdown, Rivera desacelerou o ritmo, deixou Pickett evoluir e equilibrar a disputa. No fim, vitória na decisão dividida para Brad Pickett, inglês dono da casa, que até se emocionou após o confronto.