Shotoo Brasil conta com retorno de Marlon Sandro contra Wanderson Michel (FOTO: Divulgação)

                             Shotoo Brasil: Marlon Sandro encara Wanderson Michel em pesagem (FOTO: Divulgação)

LANCE!
13/11/2015
11:39
Rio de Janeiro (RJ)

O Shooto Brasil 59 acontece nesta sexta-feira, e tem ingredientes de sobra para seus fãs. Pela 3ª vez na Bahia, em Lauro de Freitas, a 30km de Salvador, o evento marca o retorno do renomado Marlon Sandro, um dos grandes líderes da Nova União, após oito anos atuando fora do país. Ele encara Wanderson Michel pela divisão dos penas (até 66,2kg). Na luta principal da noite, o cinturão dos galos (até 61,2kg) será disputado pelos baianos Luciano Benicio e Rafael Sobral. Jafel Filho é outro destaque na noite no combate diante de Erikson Faria em peso combinado até 58kg.

Na pesagem, o clima foi de muito respeito entre os atletas. Alguns lutadores tiveram problemas com a balança. Geraldo Cocão, que ficou cerca de 200g acima do limite da divisão dos penas, será multado em 30% da bolsa, repassada ao adversário James Menezes. Já Erik Panterinha e Matheus Santos, que se enfrentam, ultrapassaram em 500g e 1,3kg, respectivamente, o limite da categoria peso-mosca e, após acordo, ficou definido que nenhum dos dois atletas será multado.

Cinturão e retorno após longo tempo aumentam expectativa
Na luta principal da noite, o baiano Luciano Benício vai em busca da décima vitória na carreira. Aos 23 anos e natural de Vitória da Conquista, o lutador da Nova União é conterrâneo de dois dos maiores nomes do esporte no Brasil: os irmãos Rodrigo e Rogério, conhecidos como Minotauro e Minotouro. A inspiração nas duas lendas do esporte motiva o atleta, que faz apenas seu segundo duelo no Shooto, mas já vê o cinturão dos galos da organização como objetivo há um bom tempo.

- Estou muito feliz em disputar esse cinturão do Shooto. Esse era meu objetivo inicial quando entrei na Nova União, ser campeão de um grande evento nacional para depois buscar minha chance no exterior e estou próximo dessa conquista. Por ser na Bahia, meu estado, acredito que ganho uma motivação extra. Espero um dia honrar o nome de Vitória da Conquista assim como os irmãos Nogueira fizeram - afirma o lutador, que é especialista em jiu-jitsu e já derrotou seu oponente em 2014, por nocaute.

Adversário de Benício, Rafael Sobral estará em casa, já que é natural de Salvador, e busca a revanche diante do lutador da Nova União. A derrota, inclusive, foi a última na carreira de cinco vitórias e quatros derrotas. O atleta da ZMT vem de vitória sobre Gerson Pereira na edição 51 do Shooto, a última realizada em solo soteropolitano.

Outro grande destaque da noite, Marlon Sandro volta a atuar no Brasil após oito anos. O último duelo do carioca em território nacional foi em 2007, na terceira edição do Shooto Brasil, com vitória sobre Marcos Rodrigues dos Santos. Nesse período, Marlon fez diversos duelos no Japão, sendo campeão do tradicional evento Sengoku, além de 11 duelos pelo Bellator MMA, onde fez história e ganhou a alcunha de ‘Gladiador’. Aos 38 anos, Marlon é um dos líderes da Nova União e o braço direito de Dedé Pederneiras na equipe carioca.

- É uma honra voltar a atuar no Brasil, passei muito tempo lutando fora e voltar a sentir esse calor do povo brasileiro de novo me motiva muito. Espero reviver os grandes momentos da minha carreira e dar um grande show para a galera, estou preparado para isso - afirma o lutador que vai encarar Wanderson Michel, que faz seu segundo duelo no Shooto Brasil e conta com um cartel de cinco vitórias e três derrotas.

Na co-luta principal da noite, o companheiro de Marlon e Benício, Jafel Filho é o grande destaque. O atleta de apenas 22 anos vai para seu quarto duelo no Shooto, o nono da carreira. Com sete triunfos, o baiano de Juazeiro possui apenas uma derrota na carreira para o ex-participante do TUF Brasil 4, Bruno Korea. Adversário de Jafel, o carioca Erikson Faria está invicto na carreira com duas vitórias em dois combates disputados.

Confira as lutas do Shotoo Brasil 59
Até 61,2kg: Rafael Sobral (61.1kg) (ZMT) Vs. Luciano Benício (61.1kg) (Nova União) - Disputa de cinturão
Até 59kg*: Jafel Filho (57,7kg) (Nova União) Vs. Erickson Faria (58,5kg) (Cristiano Titi Team)
Até 66,2kg: Marlon Sandro (66kg) (Nova União) Vs. Wanderson Michel (65kg) (Cristiano Titi Team)
Até 57,1kg: Éric "Panterinha" (57,6kg) (Arte Local) Vs. Mateus Santos (58,4kg) (Esparta Nova União)
Até 61,6kg: Jurandir Sardinha (61,5kg) (ZMT) Vs. Luan Danger (61,3kg) (BPT)
Até 84,4kg: Felipe Avelar (82,4kg) (Cristiano Titi Team) Vs. Yuri Andrei (84,4kg) (Nordeste Jiu-Jitsu)
Até 70,7kg: Thiago "Siriguela" (70,7kg) (ZMT) Vs. Sergio Rios (70,7kg) (Black House)
Até 70,7kg: Bruno Walace (70,1kg) (Cristiano Titi Team) Vs. Alessandro "Churros" (70,5kg) (Gomes Team)
Até 66,2kg: James Menezes (66,1kg) (Topázio) Vs. Geraldo "Cocão"** (66,5kg) (Alliance Jiu-Jitsu)
Até 61,6kg: Luan Bulhões (61,3kg) (ZMT) Vs. Marcos Novaes (61kg) (Gomes Team)
*Peso combinado
*O atleta ficou 200g acima do limite da categoria e será multado em 30% da bolsa, repassada ao adversário.