Luis Fernando Coutinho
04/11/2016
08:05
Rio de Janeiro (RJ)

É comum sempre antes de uma luta um atleta estudar seu adversário e traçar junto a sua equipe a melhor estratégia para um combate no MMA. No caso de Felipe Sertanejo, especialmente para seu confronto no UFC México, que acontece neste sábado, na Cidade do México, contra Erik Perez, apenas um hábito foi mantido. Ele vai para a luta sem estratégia armada.

ASSISTA AO UFC MÉXICO AO VIVO


Em entrevista ao LANCE!, Sertanejo, que soma duas vitórias consecutivas, falou sobre o confronto com Perez no card preliminar do evento deste sábado.

- Vi umas lutas do Erik, ele se movimenta bem, aceita a trocação, gosta de jiu-jitsu, é bem completo. Acho que vai ser uma luta bem movimentada. Não tenho nem ideia do que pode acontecer, não tenho estratégia. Vou lutar como se fosse um sparring (treino de simulação de luta), e estou pronto pra qualquer área que a luta cair. Vamos ver o que acontece. Acho que não adianta fazer estratégia se na hora as coisas mudam e isso atrapalha. O melhor é chegar lá, sentir a luta e ver o que acontece - avaliou o lutador, em conversa por telefone. 

Sertanejo sofreu ao sair de casa rumo a Cidade do México. O motivo é o filho Theo, de três meses. O lutador confessa que derramou lágrimas e acredita que a chegada do filho o transformou como pessoa e atleta.

- Deixar o filho é uma das coisas mais difíceis. Não tem como (não chorar). Mas o vejo pelo celular todo dia. Ser pai é a melhor coisa do mundo, não tem nada melhor. Meu filho foi o melhor presente que já ganhei na minha vida. Lutar fora de casa é difícil, mas sei que é por uma boa causa. Acho que a chegada do meu filho mexe um pouco comigo, sim. Ganhando ou perdendo não vai faltar nada para o meu filho. O que penso é que quero mostrar que o pai dele sempre caiu na porrada com todo mundo, nunca "arregou" pra ninguém. Independente de qualquer coisa, sempre fui atrás dos meus sonhos - explicou.

Além de Sertanejo x Perez, o UFC México conta com a luta principal entre Rafael dos Anjos e Tony Ferguson. Charles do Bronx e Douglas Andrade são os outros dois brasileiros em ação no show.

Confira as lutas do UFC México
Rafael dos Anjos x Tony Ferguson
Diego Sanchez x Marcin Held
Ricardo Lamas x Charles do Bronx
Martín Bravo x Claudio Puelles
Beneil Dariush x Rashid Magomedov
Alexa Grasso x Heather Jo Clark
Card preliminar
Erik Perez x Felipe Sertanejo
Joe Soto x Marco Beltrán
Erick Montaño x Max Griffin
Henry Briones x Douglas D' Silva
Sam Alvey x Alex Nicholson
Marco Polo Reyes x Jason Novelli
Enrique Barzola x Chris Avila