Barão ganhou a chance da revanche imediata, mas teve problemas no corte de peso e perdeu a oportunidade em agosto seguinte, recuperando-a apenas em julho desse ano

                     Ex-campão, Renan Barão era o atleta que mais sofria para bater o peso-galo do UFC - (FOTO: UFC)

LANCE!
23/05/2016
11:58
Erik Engelhart, no Rio de Janeiro (RJ)

Ex-campeão dos galos do UFC, Renan Barão decidiu subir para os pesos-penas, após sofrer duas derrotas por nocaute para TJ Dillshaw e chegar a cancelar uma luta por passar mal ao tentar alcançar o limite da categoria.

Quando lutava no Brasil, Renan sempre competiu entre os penas, mas quando passou a competir nos EUA, o potiguar decidiu descer de peso para não haver conflito de interesses com seu companheiro de equipe José Aldo, que compete na categoria até 66kg.

O lutador vê seu retorno a categoria de origem como um recomeço e se diz bastante aliviado por não ter mais que fazer um corte radical de peso para sua luta contra Jeremy Stephens, que acontece em 29 de maio, em Las Vegas (EUA).

- Vejo esse retorno a categoria dos penas como um recomeço, pois foi onde competi a vida inteira, depois que fui descer para os galos. Com certeza me sentirei mais à vontade e voltarei mais agressivo. Me sinto aliviado por não ter mais que fazer aquele corte brusco de peso, preciso apenas me focar na luta agora, isso irá refletir no meu desempenho. Agora vou sofrer bem menos, antes eu tinha uma descida de peso muito desgastante e não estava conseguindo ter uma recuperação 100%. Isso estava me prejudicando bastante e andei falhando na hora das minhas lutas. Terei a oportunidade de chegar na luta com a musculatura em dia - disse Barão, em exclusiva ao LANCE!

Parceiros de treinos na Nova União, Barão e José Aldo agora possuem o mesmo objetivo, que é afivelar o cinturão dos penas do UFC na cintura. No entanto, Renan se esquivou quando perguntado sobre um possível conflito de interesses na academia Nova União.

- Meu pensamento agora está apenas nessa luta e meu foco é voltar a vencer, para depois pensar no futuro, que será definido com a equipe, em conjunto - desconversou Barão, que prometeu um show no próximo domingo, em Las Vegas (EUA).

- Entrarei com bastante agressividade e disposição e nada vai me tirar do foco para sair com essa vitória para Brasil, de preferência com um nocaute, se vier um bônus por performance, melhor ainda (risos) - concluiu.

A luta principal da noite será o duelo de invictos entre Thomas Almeida e Cody Garbrandt, pela divisão dos galos.