Rafael Cordeiro foi eleito o "Melhor treinador do ano"

Treinador brasileiro é considerado top nas artes marciais. (FOTO: Reprodução)

Daniel Piva
05/05/2016
07:30
Curitiba (PR)

Apontado como o melhor técnico de MMA do mundo atualmente, Rafael Cordeiro esbanja confiança para o UFC 198, que acontece no dia 14 de maio, em Curitiba, na Arena da Baixada. No evento, dois dos principais atletas comandados pelo treinador estarão em ação: o campeão Fabricio Werdum, que enfrenta Stipe Miocic, e o peso meio-pesado Maurício Shogun, que encara Corey Anderson.

Sobre Shogun, que sofreu uma lesão no ombro que o impediu de lutar em abril, contra Rashad Evans, o mestre demonstra muito entusiasmo. Após pedir para lutar em sua cidade natal, o lutador conseguiu entrar no card da capital paranaense.

- Ele está recuperado e bem. Ele vem muito motivado, é uma outra pessoa e um outro atleta. A motivação por lutar em casa é grande. O Shogun voltou - garantiu Rafael Cordeiro, em entrevista concedida à Rádio Transamérica de Curitiba.

Como vem de vitória sobre Rogério Minotauro, a equipe de Shogun acredita que a disputa do cinturão não está tão longe. Até por já ter sido detentor do cinturão, o técnico aposta em um retorno rápido no alto do ranking.

- Um cara como o Shogun, com mais duas vitórias, certamente terá a disputa do cinturão - apostou Rafael Cordeiro.

Já em relação a Fabricio Werdum, a confiança é ainda maior. Para Cordeiro, o lutador gaúcho está ciente da estratégia e tem tudo para manter o cinturão no Brasil.

- O Fabrício está preparado para tudo. Sabemos das qualidades do Miocic, mas a nossa preparação vai só em 20% em cima do adversário. Os outros 80% são em cima das qualidades do nosso atleta - revelou.

Além disso, o treinador brasileiro também justificou a opção de não ter feito a preparação de Uriah Hall para o combate com Anderson Silva.

- É um código de ética meu. Não me senti a vontade por ter trabalhado por muito tempo com o Anderson. Depois desta luta volto a trabalhar com o Hall normalmente - declarou Rafael Cordeiro.