Pettis

Anthony Pettis já foi campeão dos leves da organização (FOTO: UFC)

LANCE!
01/03/2016
09:10
Rio de Janeiro (RJ)

Anthony Pettis está amargando seu pior momento desde que estreou no Ultimate. Com duas derrotas seguidas, o ex-campeão dos leves agora terá pela frente o brasileiro Edson Barboza pela frente, no UFC 197, dia 23 de abril. Mas o americano era para encarar outro adversário. Segundo ele, o combate que teria seria contra Nate Diaz, atual rival de Conor McGregor no UFC 196, neste sábado, pela categoria dos meio-médios.

- Sim, eu assinei (contrato para enfrentar Nate Diaz). Estava pronto, mas Joe Silva (matchmaker do UFC) disse que não era o caso e o Edson era o único disponível. Pelo que sei ele parou de responder o telefone. Foi o que me falaram - afirmou o lutador, em entrevista ao programa "MMA Hour".

Questionado sobre o que espera do duelo diante do brasileiro, Pettis acredita que terá uma luta de verdade pela frente, já que criticou a forma como Eddie Alvarez, seu último adversário o encarou. 

- Esse plano de jogo dele foi segurar no cage. Foi frustrante. (...) Acho que Edson é ótimo, um dos caras mais assustadores. Estou animado. Edson não vai me segurar, virá para lutar - espera o "Showtime".

Pettis também afirmou que quase foi escalado para fazer a luta principal do UFC 196, quando Fabricio Werdum e Cain Velásquez se lesionaram. No entanto, sua equipe achou prudente não antecipar sua volta.

- Uma semana depois da minha luta, a lesão aconteceu, me ligaram e perguntaram se estava pronto. Eu queria, mas meus treinadores nao deixaram - revelou o lutador americano.