Carlos Antunes
28/01/2016
10:20
Rio de Janeiro (RJ)

Nesta semana foi iniciada as gravações do The Ultimate Fighter 23, que terá como treinadoras Joanna Jedrzejczyk e Claudia Gadelha, com promessa de ser uma edição explosiva, pela rivalidade das duas. Para o treinador da brasileira, André Pederneiras, a convivência de 45 dias na casa será a pior possível e espera que saia muitas "besteiras" da boca das duas.

Em conversa com a imprensa, o líder da Nova União destacou o forte temperamento de Claudinha, mas não crê que as duas irão sair as vias de fato nas gravações, como já aconteceu com Wanderlei Silva e Chael Sonnen.

- A convivência delas vai ser horrível. A Claudinha tem um temperamento muito forte, e a outra também. Não vai ser nada bom, com certeza. Em termos de mídia, vai ser ótimo, perfeito. Não acho que elas saiam no tapa, mas que vai sair muita besteira da boca delas, isso vai - afirmou.


Sobre o combate entre as duas, que vai acontecer no dia 8 de julho, em Las Vegas (EUA), Dedé destacou a evolução de ambas, mas acredita que Claudinha vencerá "de novo", ao mencionar a primeira luta entre elas, que terminou com vitória polêmica da polonesa por decisão dividida.

- As duas mudaram muito. A Joanna está defendendo melhor, evoluiu no chão. A Claudinha melhorou no boxe para conseguir se aproximar e quedar, para fazer o que sabe melhor no chão. Ninguém é idiota de trocar com a Joanna por cinco rounds. A luta será dura como a primeira. Ambas estão superiores em relação às demais, elas têm o maior potencial da divisão. A Claudinha vai vencer de novo, mas não sei se ela leva por conta dos árbitros. O ideal é que não deixe nas mãos dos jurados - completou.