Overeem

                  Overeem nocauteou Arlovski e pediu para lutar em 12 de novembro, em Nova York - (Foto: UFC)


08/05/2016
18:29
Roterdã, Holanda

O UFC deste domingo (8), que aconteceu em Roterdã (HOL), foi um pesadelo para os brasileiros, que sofreram 100% de derrotas, e uma festa para os holandeses, que compareceram em peso ao evento e viram Alistair Overeem e Stefan Struve nocautearem, Andrei Arlovski e Antônio Pezão, respectivamente.

Na luta principal da noite, o atleta local Alistair Overeem comprovou que vive o melhor momento de sua carreira e aplicou um belo nocaute no companheiro de treinos Andrei Arlovski.

Na primeira parcial, muito estudo por parte dos atletas, com Arlovski tomando a iniciativa e pressionando o holandês. Após sobreviver a uma saraivada de socos, Overeem começa a dominar as ações, consegue uma queda, aplica o ground and pound e vira o round.

No segundo round, Overeem conectou um chute frontal no queixo e um cruzado de esquerda, que levaram Arlovski a knockdown. No solo, o lutador da casa massacrou Andrei com uma sequência de socos até a interrupção do árbitro, para delírio da torcida holandesa. Em entrevista ainda dentro do cage, o holandês mostrou que estava pensando alto.

- Quero lutar em 12 de novembro, disputar o cinturão dos pesados contra o vencedor de Werdum vs. Miocic. E, em 2017, estarei defendendo o meu título aqui na Holanda – disse Overeem, que agora acumula quatro vitórias seguidas no peso-pesado do UFC.

Pezão não vê a cor da bola e é atropelado por Struve em 16 segundos
Na co-luta principal da noite, o gigante holandês Stefan Struve, de 2m13cm, literalmente atropelou o brasileiro Antônio Pezão, em apenas 16 segundos, com um nocaute técnico brutal. O paraibano veio para cima do holandês, logo levou um direto de encontro que explodiu em seu rosto, somado a um upper e uma joelhada, que levaram Pezão a knockdown.

O paraibano tentou se defender indo nas pernas holandês, mas permaneceu imóvel de quatro apoios, diante de uma sequência brutal de cotoveladas na lateral da cabeça. Como Pezão não reagiu, o árbitro foi obrigado a intervir a luta em apenas 16 segundos. Struve foi comemorar com a torcida holandesa subindo no cage para ser ovacionado.

Antônio Pezão venceu apenas uma de suas últimas sete lutas e sua situação se complica dentro do UFC. Já Struve, se recupera de derrota Jared Rosholt em sua última apresentação.

Bodão é finalizado e Yan Cabral sofre nocaute técnico
Na segunda luta do card principal, o faixa-preta Francimar Bodão fez um primeiro round equilibrado diante de Nikita Krylov, mas acabou levando a pior pelo fato do ucraniano buscar mais a luta e conectar os melhores golpes.

No segundo round, Krylov não teve dificuldades em conseguir a queda e trabalhar o ground and pound dentro da guarda do brasileiro. Bodão tentou encaixou uma chave omoplata e um triângulo, que abriram espaço para que o ucraniano fosse para as suas costas e o finalizasse. Apesar do mata-leão não estar encaixado, o brasileiro deu os três tapinhas em desistência.

É a quarta vitória consecutiva de Nikita, sendo que nenhuma delas foi conquistada na decisão dos juízes: são dois nocautes e duas finalizações do ucraniano, que começa a figurar entre os tops da divisão dos meio-pesados.

O peso-leve brasileiro Yan Cabral não conseguir impor o seu melhor jogo, que é no solo, e acabou dominado pelo iraniano Reza Madadi, que anulou o jiu-jitsu do faixa-preta da Nova União.

No terceiro round, o iraniano conseguiu impor o seu maior vigor físico e aplicou uma sequência de uppers, um direto e um gancho, que deixaram Yan Cabral sem reação contra a grade, obrigando o árbitro a decretar o nocaute técnico.

Confira abaixo os resultados completos do UFC Holanda:

CARD PRINCIPAL
Alistair Overeem derrotou Andrei Arlovski por nocaute a 1min 12s do R2
Stefan Struve derrotou Antônio Pezão por nocaute técnico aos 15s do R1
Gunnar Nelson finalizou Albert Tumenov com um mata-leão aos 3m15s do R2
Germaine de Randamie derrotou Anna Elmose por nocaute aos 3m46s do R1
Nikita Krylov finalizou Francimar Bodão aos aos 3m11s do R2
Karolina Kowalkiewicz derrotou Heather Clark na decisão unânime

CARD PRELIMINAR

Rustam Khabilov derrotou Chris Wade por decisão unânime
Josh Emmett derrotou Jon Tuck por decisão dividida
Reza Madadi derrotou Yan Cabral por nocaute técnico a 1m56s do R3
Kyoji Horiguchi derrotou Neil Seery na decisão unânime
Leon Edwards derrotou Dominic Waters por decisão unânime
Yuta Sasaki finalizou Willie Gates aos 3m30s do R2